Rogério: “Só pedimos bom senso”

Os jogadores do país se uniram para modificar o calendário do futebol brasileiro nos próximos anos. Através do movimento “Bom Senso F.C.”, liderado pelos líderes de cada clube, os atletas desejam mudanças no formato dos estaduais e pedem a compreensão da Confederação Brasileira de Futebol, a CBF. Logo após a vitória do Tricolor sobre o Flamengo, nesta quarta-feira (13), por 2 a 0, o goleiro Rogério Ceni explicou as metas da iniciativa.

“Isso aqui tem uma conotação muito maior do que imaginam. O significado é muito grande. Estamos aqui e somos parceiros. Por mais que seja conturbada a relação com a mídia, às vezes, é uma relação necessária porque vocês (jornalistas) transmitem ao torcedor. Nós defendemos algo importante para todo mundo. Para os árbitros, para os atletas, para os jornalistas, para a televisão, que paga pelos direitos”, argumentou o M1TO, que completou.

“A gente não está aqui para brigar. Não queremos chegar ao ponto de fazer greve. Queremos ser compreensíveis com 2014. O que não queremos é chegar em 2015 com palavras. Não precisamos de 30 dias de pré-temporada, 21 dias são suficientes. O que não pode é trocar a direção da entidade e ficar só nas palavras, porque assim os meninos que estão aqui hoje vão chegar em 2015 e sofrer com o calendário. Não queremos trazer problemas, queremos valorizar o futebol brasileiro”, avaliou.

Com a disputa da Copa do Mundo no Brasil, em 2014, o calendário do futebol no país ficou ainda mais apertado. Assim, os jogadores se uniram e trataram de debater o assunto. E de acordo com o capitão são-paulino, que balançou as redes no triunfo sobre o Flamengo, o debate precisa ser ampliado e levado aos dirigentes da CBF.

“O nome do movimento é bom senso. E só pedimos isso. Nós queremos ser atendidos. existir uma troca de benefícios para o futebol. O movimento vai crescendo. Há os mais fanáticos e os que agem com a razão. E não há necessidade desse conflito. Não cabe nos dias atuais, porque Isso não é nada político. Se tiver algo relacionado a política eu sou o primeiro a cair fora. Nós queremos o bem para o futebol como um todo”, finalizou.

 

Fonte: Site Oficial

Um comentário em “Rogério: “Só pedimos bom senso”

  1. Na minha opinião deveria ser assim o calendario:

    1 – camp. Brasileiro o ano inteiro
    1.1 primeira , segunda e terceira divisão

    2 -Copa do Brasil ano inteiro

    3- campeonatos regionais de fevereiro a outubro
    3.1 – os clubes que estão disputando o brasileiro , disputam com equipes sub -23 se quiserem

    4- libertadores primeiro semestre

    5- Sulamericana segundo semestre

    6- copa dos campeões estaduais entre outubro e novembro em estádios como
    Cuiaba , Manaus e Natal
    6.1 – as equipes 3 que chegarem na frente nesse campeonato subiríam para a terceira divisão do Brasileiro
    6.2- podem até ganharem uma vaga para a sulamericana , como incentivo
    6.3- os 3 ultimos da terceira divisão voltariam a disputar os seus regionais respectivamente
    6.4- se por ventura uma equipe sub -23 ganhar a copa dos campeões esta cederá a vaga para a equipe seguinte na classificação desde que não seje uma sub-23 também

    7- os direitos de transmissão dos regionais seriam estipulados o valor conforme a região e aberto a transmissão de qualquer empresa de televisão , desde que aceite pagar o valor estipulado sem exclusividades.

    Acredito que este formato possa a ser aperfeiçoado e colocará um maior numero de clubes em atividade por maior tempo e um maior numero de jogadores trabalhando , além de ajudar a revelar jogadores e dar visibilidade aos clubes menores .
    Abç
    Marco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*