Rogério Ceni quebra jejum, faz golaço de falta e fica a cinco de igualar Raí

O goleiro Rogério Ceni, do São Paulo, enfim voltou a marcar um gol de falta. Ele abriu caminho para a vitória sobre o Bahia, por 2 a 1, neste sábado, no Morumbi, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro, com um chute certeiro e quebrou um jejum: desde 14 de julho de 2013 a torcida não festejava um gol de falta do seu capitão. Com o resultado, o Tricolor assumiu a vice-liderança do Campeonato Brasileiro, com 52 pontos, quatro a menos que o Cruzeiro, que joga neste domingo.

– Neste ano, a bola ainda não havia entrado de falta, mas eu nunca deixei de treinar. A posição ajudou muito. Foi uma boa batida e um gol importantes – afirmou o defensor, ainda no intervalo da partida. No final do jogo, ele seguiu para o exame antidoping e não falou com os jornalistas.

Foi o gol de número 123 da carreira de Rogério Ceni, que está a cinco de igualar Raí e colocar seu nome entre os dez maiores artilheiros da história do São Paulo. Na temporada 2014, foi o seu décimo gol, o que o deixa na terceira posição entre os goleadores do elenco neste ano, atrás apenas de Luis Fabiano (16) e Alexandre Pato (12).

Sobre a partida, Ceni disse que a opção usada por Muricy Ramalho, de escalar três meias ao invés de um homem de velocidade fez a equipe mudar sua característica.

– Ao invés da velocidade, tivemos muita posse de bola e qualidade no passe com os três meias. Foi uma opção do Muricy – ressaltou o camisa 1, que agora se prepara para o duelo da próxima quarta-feira, contra a Chapecoense, em Santa Catarina.

Rogério Ceni comemora gol do São Paulo contra o Bahia (Foto: Marcos Ribolli)Com Kaká e Ganso, Rogério Ceni comemora seu 123º gol (Foto: Marcos Ribolli)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*