Rogério Ceni ‘estreia’ no Morumbi contra a embalada Ponte Preta

Em seus mais de 20 anos como jogador do São Paulo, Rogério Cani aprendeu a ter estádio do Morumbi como sua segunda casa. Mas, às 17h00 (horário de Brasília) deste domingo, o ex-goleiro viverá uma situação diferente. Após pisar no gramado para a partida contra a Ponte Preta, pela segunda rodada do Campeonato Paulista, Ceni tomará o caminho do banco de reservas e não mais da meta tricolor. Pela primeira vez a torcida são-paulina assistirá seu maior ídolo comandando o time fora das quatro linhas.

E para esse dia histórico, uma grande festa está sendo preparada. O clube espera receber cerca de 40 mil torcedores e ainda quer apresentar Lucas Pratto e Jucilei, novos reforços da equipe para a temporada, aos torcedores. Tudo certamente sob a trilha de Hells Bells, da banda AC/DC, como gosta Rogério Ceni.

“Espero que o gramado esteja bom e que a gente possa fazer um bom jogo, que o torcedor possa comparecer e incentivar. Precisamos do resultado, não vencemos na primeira rodada. Temos um adversário complicado que é a Ponte, que venceu o primeiro jogo”, comentou o treinador, sempre cauteloso nesse início da nova carreira.

Rogerio Ceni soma uma vitória, uma derrota e dois empates até agora em sua carreira como técnico do São Paulo (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)
Rogerio Ceni soma uma vitória, uma derrota e dois empates até agora em sua carreira como técnico do São Paulo (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

E é verdade que toda cautela é necessária para a situação. Apesar da empolgação, a Ponte Preta chega embalada para o confronto depois de vencer a Ferroviária na estreia e conquistar a classificação à segunda fase da Copa do Brasil ao bater o Campinense fora de casa. A grande arma da Macca é a dupla de ataque, formada por William Pottker, artilheiro do Brasileirão do ano passado, e Lucca, ex-Corinthians e que já foi carrasco do Tricolor.

“Esperamos 40, 50 mil torcedores. Esse é o nosso objetivo, que a torcida nos apoie, nos dê bastante força e que a gente possa fazer um bom jogo, porque precisamos vencer. Infelizmente não fomos bem na primeira rodada, não conseguimos vencer, mas no domingo, diante da nossa torcida, no nosso estádio, precisamos vencer”, avisou Rodrigo Caio.

Artilheiro do Brasileirão de 2016, William Pottker é a grande arma da Ponte Preta (Foto: PontePress/FábioLeoni)
Artilheiro do Brasileirão de 2016, William Pottker é a grande arma da Ponte Preta (Foto: PontePress/FábioLeoni)

O jogador da Seleção Brasileira deve voltar a formar dupla de zaga com Maicon diante da experiência mal sucedida de Ceni em escalar Rodrigo Caio como volante à frente de dois zagueiros. A escalação completa do São Paulo é um mistério. Junior na esquerda, Cícero no meio e Gilberto no ataque podem ser surpresas.

O Tricolor precisa vencer para se recuperar da derrota por 4 a 2 para o Osasco Audax na primeira rodada do estadual. Até agora, Rogério Ceni conseguiu apenas uma vitória no comando da equipe, justamente na quinta, diante do modesto Moto Club, por 1 a 0, no Maranhão, que valeu na classificação à próxima fase da Copa do Brasil. Antes, foram dois empates sem gols contra River Plate e Corinthians e renderam o título da Copa Flórida, nos Estados Unidos, graças aos pênaltis.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO X PONTE PRETA

Local: Estádio Cícero Pompéu de Toledo, no Morumbi, em São Paulo
Data: 12 de fevereiro de 2017, domingo
Horário: 17h00 horas (de Brasília)
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto
Assistentes: Marcelo Van Gasse e Alex Ang Ribeiro

SÃO PAULO: Sidão, Bruno, Rodrigo Caio, Maicon e Buffarini (Junior); João Schmidt, Thiago Mendes, Cícero e Cueva, Luiz Araújo (Gilberto) e Andrés Chavez.
Técnico: Rogério Ceni

PONTE PRETA: Aranha, Nino Paraíba, Kadu, Fábio Ferreira e Jeferson; Jádson, Matheus Jesus e Ravanelli; Pottker, Lucca e Ramon.
Técnico: Felipe Moreira

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Um comentário em “Rogério Ceni ‘estreia’ no Morumbi contra a embalada Ponte Preta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*