Rodrigo Caio volta e pode mudar esquema tático de Osorio

Após servir a Seleção olímpica no amistoso contra França, na terça, Rodrigo Caio voltou ao São Paulo no treino desta quinta-feira. O jogador, que fez apenas um trabalho físico com o restante dos companheiros que não atuaram na derrota por 3 a 0 para o Santos, na Vila Belmiro, traz ao técnico Juan Carlos Osorio uma única certeza: fará parte da formação inicial que encara o Grêmio, neste domingo, às 16h, na Arena do rival.

Resta saber, no entanto, qual será o esquema utilizado pelo treinador diante dos gaúchos. Após dois bons jogos, Lyanco e Edson Silva não conseguiram se achar contra o Peixe e a defesa pareceu exposta. Dessa forma, uma volta aos 3-5-2 pode ser estudada pelo comandante, assim como um simples retorno de Rodrigo Caio no lugar de Edson, bastante contestado mesmo nas vitórias contra Joinville e Internacional.

A formação com três zagueiros no miolo defensivo vinha sendo constante até as derrotas diante de Goiás e Ceará, dentro do Morumbi, que motivaram muitas críticas devido às “invenções” do técnico. Depois, ele manteve dois defensores centrais por opção até encarar o JEC. Desde então, não teve escolha: apenas Lyanco e Edson Silva estavam à sua disposição.

O atleta, por sinal, é o único reforço certo do colombiano para o embate. Breno, Lucão e Carlinhos voltaram a treinar com o restante dos companheiros, mas Osorio tem sido bastante cauteloso na utilização dos atletas que vêm do departamento médico. Luis Fabiano, por exemplo, treinou forte na segunda e na terça, mas nem sequer foi para o banco de reservas no clássico.

Luiz Eduardo, que parecia ser o defensor mais próximo de retornar ao time, sentiu novamente a lesão no joelho esquerdo e terá de ficar mais três semanas de molho. O jogador chegou a treinar na movimentação tática realizada na terça-feira, mas foi lá que demonstrou incômodo com a contusão. O problema, no entanto, não necessita de cirurgia para ser curado.

Do meio para frente, a expectativa é que Michel Bastos volte a ser utilizado como titular. Poupado pelo comandante em Santos, o meia é tido como peça essencial na sequência da competição. “Não podia correr o risco de ele se lesionar”, comentou Osorio, que viu a necessidade de segurar o atleta, de 32 anos, para vê-lo aguentar os embates do Brasileiro e as quartas de final da Copa do Brasil, contra o Vasco.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Um comentário em “Rodrigo Caio volta e pode mudar esquema tático de Osorio

  1. Vamos aos fatos 1 gol do santos falta desnecessário de wilder falha na bola aérea de bruno e hudson, 2 gol ruinaldo, terceiro o lyanco e o edson deram bobeira, rodrigo caio devia jogar de volante ao lado do thiago mendes. eu iria de Renam, aúreo, lyanco edson silva, carlinhos ou matheus reis, tiago mendes rodrigo, ganso, rogerio, pato e michel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*