Rodrigo Caio nega problema interno com Michel e lamenta vaias a Wesley

Michel Bastos não tem problemas de relacionamento com o restante do elenco do São Paulo. Assim garantiu o zagueiro Rodrigo Caio durante entrevistacoletiva concedida após o treino desta sexta-feira.

Ausente até do banco de reservas na derrota para o Santos, na última quinta-feira, Michel Bastos caiu de rendimento após a invasão de torcidas organizadas no CCT da Barra Funda, em agosto. Deste então, o camisa 7 não dá entrevistas à imprensa e deixou de ter presença constante no time titular de Ricardo Gomes.

O que surpreendeu a muitos foi que Michel Bastos atuou como titular e durante os 90 minutos no empate por 1 a 1 diante do Sport, no dia 5 de outubro. Na coletiva após a derrota para o Peixe, o técnico Ricardo Gomes atribuiu a ausência do meio-campista no Pacaembu à sua condição física.

“Dei ainda uma chance (contra o Sport), mas enquanto não recuperar a parte física…ele depende da parte física. Ele tem muita potência, mas ainda não está desenvolvendo o que esperamos”, explicou o técnico são-paulino.

Outro tema abordado na entrevista de Rodrigo Caio foram as vaias dirigidas ao volante Wesley ao ser substituído pelo meia-atacante peruano Cueva. O zagueiro comemorou a presença de quase 30 mil pessoas no Pacaembu, mas por outro lado lamentou os protestos direcionados unicamente ao camisa 11.

“A gente ficou feliz que eles compareceram. De uma forma triste, houve críticas individualizadas a jogadores. Fico chateado porque não faz bem para a equipe neste momento. A cobrança tem que ser sobre o conjunto, não individualizada. Todo mundo perde, todo mundo ganha. Não joga mal por culpa de um. Acredito que isso nem é torcedor, só vai para criticar. Com os outros a gente fica feliz e espera ajuda deles até o fim”, avaliou o defensor.

A oito rodadas para o término do Campeonato Brasileiro, o Tricolor não vence há cinco jogos e ocupa o 14º lugar, com 36 pontos, apenas três a mais que o Internacional, primeira equipe dentro da zona de rebaixamento. O próximo compromisso é a partida contra o Fluminense, às 20 horas (de Brasília) desta segunda-feira, em Mesquita, Rio de Janeiro.

“É difícil. A gente sofre de uma forma que ninguém imagina, mas a gente precisa acordar no outro dia e trabalhar de alguma forma para melhorar e mudar a situação. Damos as justificativas para vocês e para a torcida porque sabemos também o quanto eles sofrem. Vamos dar nossa vida para sair desta situação”, concluiu Rodrigo Caio.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

5 comentários em “Rodrigo Caio nega problema interno com Michel e lamenta vaias a Wesley

  1. Se tem problemas entre Michel Bastos e os demais jogadores, o MAC é que tem que resolver.
    Muito antes da invasão dos (marginais) no CT ele ja não estava jogando nada, isso é só um pretesto para ir embora, que vendam logo, pq desde que renovou contrato so faz mimimi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*