Rodrigo Caio não crê em saída, mas Dorival ainda teme baixas na janela

Rodrigo Caio não acredita que sairá do São Paulo nesta janela de transferências, mesmo com sondagens da Europa. O jogador acha que não haverá tempo hábil para concluir qualquer negociação, já que a janela de transferências internacionais nos principais centros da Europa fecha na próxima quinta-feira, dia 31 de agosto.

Rodrigo e o São Paulo já definiram que é momento para ele ser negociado, no entanto nenhum clube ainda fez uma proposta oficial. Uma das sondagens foi do Ajax (HOL), mas o curto prazo para concretizar qualquer negociação, unido à sua cautela na escolha de um novo clube, fazem com que Rodrigo acredite que não sairá agora.

O jogador até se anima com o Ajax. Ele tem como exemplo o zagueiro colombiano Davinson Sanchez, de 21 anos, vendido pelo clube holandês ao Tottenham (ING) por 42  milhões de libras (cerca de R$ 171 milhões). Foi a segunda maior quantia paga por um zagueiro na história, atrás apenas de John Stones, comprado ano passado pelo Manchester City (ING) do Everton (ING) por 47,5 milhões de libras (cerca de R$ 196 milhões). Ou seja, o Ajax têm êxito em valorizar jogadores.

Promovido pelo São Paulo em 2011, Rodrigo Caio tem sido alvo constante do futebol nas janelas de transferências. Em 2015, chegou a viajar para a Espanha para fechar com Valencia e Atletico de Madrid, mas as negociações fracassaram. Agora, negociou com o Zenit (RUS), os russos sinalizaram com o pagamento da multa rescisória (18 milhões de euros), mas recuaram e o próprio jogador desistiu da transferência. No ano passado, ele recusou uma proposta do Hamburgo (ALE), já que espera atuar em clubes de mais visibilidade.

Apesar do sentimento de Rodrigo Caio, o principal alvo dos clubes de fora, o técnico Dorival Júnior ainda tem receio de perder jogadores nesta janela. Ele disse que só terá tranquilidade na quinta-feira, quando não houver mais possibilidade de negociação.

– Nossa janela tem isso, o mercado é diferente, e até o último dia podemos perder alguém – afirmou Dorival.

Nesta janela de transferências, o São Paulo negociou quatro atletas. Com as vendas de Lyanco para o Torino (ITA), de Maicon para o Galatasaray (TUR), e de Thiago Mendes e Luiz Araújo para o Lille (FRA), o clube chegou a cerca de R$ 180 milhões de arrecadação com vendas só neste ano. No início da temporada, o Tricolor também vendeu o atacante David Neres ao Ajax (HOL).

Rodrigo Caio tem 23 anos e tem sido convocado pelo técnico Tite para a Seleção Brasileira, inclusive na lista para as duas próximas rodadas das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018. Além dele, o São Paulo tem Arboleda, Aderllan, Lugano, Militão, Douglas e Bruno Alves para a zaga. No fim do ano, vence o contrato do uruguaio, ídolo do clube.

 

Fonte: Lance

6 comentários em “Rodrigo Caio não crê em saída, mas Dorival ainda teme baixas na janela

  1. Se houver uma proposta, qualquer proposta, o clube deveria aceitar. O Rodrigo não é culpado pelo fracasso do time mas está afetado pela situação, parte da torcida perdeu a confiança nele e seu custo/ benefício está muito ruim. Pode ser bom pra todo mundo…

  2. Fraquinho…tem que ser vendido rápido, enquanto estão pagando pra ele ser convocado, pois depois ninguém vai querer o sr. certinho do condomínio!

  3. Banco nele. Tá pensando que é o Miranda. Põe ele no banco, aí esse pangaré se liga e vaza de uma vez. Chega de jogador meia boca, sem garra, sem vontade, sem vergonha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*