Roberto Natel diz que não é oposição, mas se sente desprestigiado por Leco

Roberto Natel afirmou que não é oposição ao presidente Leco, mas que se sente desprestigiado no cargo. O vice-presidente do São Paulo concedeu entrevista exclusiva ao Tricolornaweb nesta quinta-feira e falou sobre política e futebol. A entrevista foi transmitida ao vivo, com som e imagem, no nosso canal no YouTube e será reapresentada, em áudio, no Jornal Tricolornaweb desta sexta-feira

Natel disse que diverge de algumas atitudes de Leco: “ele não cumpriu com o que ele sentou e conversou comigo; o Leco não me consulta para nada. Não sou um vice-presidente de enfeite, cumpro meu papel”.

De acordo com o vice-presidente, por ter tomado a frente para coletar assinaturas para mudar o estatuto foi taxado de oposicionista. Ele diz não admitir a politicagem que está sendo feita no clube com conselheiros amigos se licenciando para assumir uma diretoria executiva. Na pauta apresentada ao Conselho, os conselheiros que assumirem um cargo executivo teriam que renunciar ao mandato, mesmo que seja vitalício.

Roberto Natel disse que não são apenas os quatro diretores executivos (Rodrigo Gaspar, Eduardo Monteiro, Leonardo Serafim e Elias Albarello) que todos conhecem, que são os conselheiros remunerados. Ele afirmou Paulo  Mutti e Mauro Castro como gerentes, além de Marcio Quesalha como consultor. Isso, de acordo com o vice-presidente, é uma agressão ao estatuto.

Sobre o projeto de separação do social do clube, Roberto Natel disse que é preciso debater muito, mas que a princípio é contra. Também negou que será candidato à presidência do São Paulo em 2020. Disse que ainda é muito cedo.

Postos

Vez por outra volta à tona a acusação de que Roberto Natel se aproveitou do cardo de vice-presidente, em gestões passadas, e obrigou todos os veículos do São Paulo a abastecerem em seu posto de combustíveis, que fica próximo ao Morumbi. Natel explicou que nunca houve obrigação alguma, mas que o São Paulo economizou nessa época um bom dinheiro, pois o preço praticado em seu posto é o mais baixo da região. Com este acontecimento, foi criado um documento que não permitirá que qualquer conselheiro preste serviços para o São Paulo. Ainda falta aprovação.

Roberto Natel elogiou o trabalho de Raí, Ricardo Rocha e Lugano. Na sua opinião, as possíveis vindas de Hernanes e Calleri após a Copa do Mundo devem estar vinculadas à política salarial do clube. Como torcedor queria os dois agora, mas tem que pensar como vice-presidente da instituição.

Natel rejeitou uma pergunta sobre a defasagem do Morumbi. Disse que o estádio está impecável, não concorda com gasto de dinheiro com a cobertura, já que hoje 40 mil lugares do estádio já estão cobertos, e disse que apoia o prolongamento do setor das cativas até a pista de atletismo.

 

Paulo Pontes

7 comentários em “Roberto Natel diz que não é oposição, mas se sente desprestigiado por Leco

  1. Desprestigiado deve ser alguma coisa como não ter benesses, como ele tinha com o canalha bandido cachaceiro, que mandava o clube abastecer os carros no posto desse sujeito.
    Mais um aproveitador do clube, espero que vá pro inferno junto com o pilantra cachaceiro que destruiu o clube.
    Tudo lixo detonando o SPFC!!!

  2. Tomara que este sujeito nunca chegue ao poder não querer cobrir o morumbi é um desrespeito ao torcedor que fica no sol e na chuva torcendo pra essa porcaria de time e tbm ser contra separar o social do futebol parece ser mais um dinossauro do Spfc com pensamentos arcaicos e que visa somente o seu lucro a frente do clube otimismo zero com esse aí tbm !

  3. Algumas coisas para vocês pensarem

    Qualquer time do mundo tem na sua filosofia principal o melhor para o time . menos no soberano ,infelizmente , já que a filosofia aqui é segura o treinador mesmo que o time se afunde cada vez mais .

    Quando se contrata um treinador esperasse que o time melhore a cada jogo ate chegar a um time verdadeiramente competitivo ,por isso que os melhores times do mundo deixam seus treinadores um temporada toda .

    Já no soberano é o inverso dos melhores time do mundo, aqui deixa-se o treinador no cargo mesmo o time piorando a cada jogo , vai entender os diretores do soberano . e mias ainda para piorar os entendidos de futebol chama isso de filosofia de time vencedor, ou seja, segura entregador de camisa no cargo ate o fim .

    Os dois primeiros jogos do Aguirre eu pensei que agora nos teríamos treinador , pura enganação o time era do jardine e na hora que o aguirrer colocou o jeito dele, já era aquele time

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*