Reservas do Tricolor encaram o Botafogo em busca de afirmação

O São Paulo já se firmou na temporada e busca na quarta-feira uma vaga nas semifinais da Copa Libertadores da América, mas ainda há no elenco muitos jogadores em busca da aprovação do técnico Edgardo Bauza. Por isso, a esperança de muitos dos reservas está no jogo deste domingo, às 11h (de Brasília), contra o Botafogo, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, que terá um Tricolor todo formado por suplentes.

“Vamos escalar uma equipe reserva, pois apesar de termos vencido o Atlético Mineiro, vamos encontrar muitas dificuldades na volta e precisamos estar preparados. Será um duelo muito intenso fisicamente lá em Minas também”, comentou o técnico Edgardo Bauza, que terá no centroavante Alan Kardec sua grande arma ofensiva.

“Existe um respeito nosso com o Botafogo, do Botafogo com o São Paulo também. Nossos jogadores são atletas com condição de jogar como titulares, buscam uma posição melhor no elenco. Talvez não tenhamos um grande entrosamento e talvez o empate seja um grande resultado por causa disso, mas não vamos sair daqui pensando em outra coisa que não ganhar”, prometeu o camisa 14, que fez apenas um gol até agora no ano.

Em campo, Kardec e Lugano serão as ilhas de experiência de um time muito jovem. No gol, Renan Ribeiro terá a chance de substituir Denis e será um dos mais velhos. No total, serão seis atletas com 20 anos de idade ou menos.

Já o Glorioso, que ano passado conquistou a Série B e busca sua afirmação, foi vice-campeão carioca e luta contra o desgaste da viagem de meio de semana para o interior da Bahia, onde bateu o Juazeirense por 2 a 1 pelo confronto de ida da segunda fase da Copa do Brasil. Por isso, a missão entre os cariocas é não subestimar o poder dos reservas são-paulinos.

“O São Paulo conta com um elenco muito qualificado, com jogadores experientes e tem peças de reposição justamente por estar brigando na Libertadores. Vamos precisar fazer uma grande partida se quisermos realmente conquistar o resultado positivo e largar com o pé direito neste Brasileiro”, disse o volante Rodrigo Lindoso. Apesar de minimizar a escalação rival, os botafoguenses destacam a importância de se impor em casa.

“O Campeonato Brasileiro costuma punir as equipes que não conseguem se impor dentro de casa e por isso mesmo precisamos ter uma grande atuação contra o São Paulo para atingirmos o nosso objetivo. Respeitamos o adversário, mas no Rio de Janeiro temos que fazer a nossa parte”, disse o lateral-esquerdo Victor Luis.

O Botafogo tem uma dúvida importante, pois o goleiro Jefferson, com dores no braço direito, não tem escalação garantida. Se for vetado, Helton Leite assume o posto. O volante Aírton, recuperado de lesão no tornozelo esquerdo, reaparece após mais de um mês parrado. Suspensos contra o Juazeirense, o volante Bruno Silva e o atacante Ribamar ficam à disposição, assim como o zagueiro argentino Joel Carli, o lateral-direito Luis Ricardo e o meia Gegê, preservados no interior da Bahia.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO-RJ X SÃO PAULO-SP

Local: Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)
Data: 15 de maio de 2016, domingo
Horário: 11h (de Brasília)
Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)
Assistentes: Neuza Ines Back (Fifa-SC) e Helton Nunes (SC)

BOTAFOGO: Jefferson (Helton Leite), Luis Ricardo, Joel Carli, Emerson Silva e Victor Luis; Aírton, Bruno Silva, Rodrigo Lindoso e Gegê; Juan Salgueiro e Ribamar
Técnico: Ricardo Gomes

SÃO PAULO: Renan Ribeiro, Auro, Diego Lugano, Lyanco e Matheus Reis; Lucão, Banguelê, Wilder Guisao, Lucas Fernandes e Centurión; Alan Kardec
Técnico: Edgardo Bauza

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.