Reserva imediato de Luis Fabiano, Aloísio pode ser o 12º jogador

Ao chegar na equipe do São Paulo, um centroavante se depara com o atacante Luis Fabiano, titular da equipe, e deve pensar que terá poucas chances de jogar. Contudo, a realidade é o inverso e Aloísio pode ser o 12 jogador para 2013.

Por conta das lesões e suspensões, Luis Fabiano participou de 44 jogos no ano passado. Em contrapartida, o seu reserva imediato em 2012, Willian José, também obteve o mesmo número de partidas.

Fã do camisa 9, o atacante Aloísio prefere buscar o seu espaço na equipe gradativamente. O atacante firmou contrato por 18 meses, com a possibilidade de compra do Tricolor após o fim do vínculo.

– Eu tinha algumas propostas, mas vi que fiz a melhor escolha no São Paulo, por tudo, não só pelo CT da Barra Funda, porque tinha grandes jogadores como Luis Fabiano. Não me importa se serei o 12 jogador, quero estar entre os 18, vou me dedicar ao máximo para ajudar a equipe – declarou, durante a apresentação, na sexta-feira, em Cotia, local da pré-temporada do clube.

Por conta do calendário cheio de competições (Paulista, Brasileiro, Sul-Americana, Recopa, Copa Suruga, Libertadores e, se vencer este último torneio, também jogará o Mundial), o atacante deve receber diversas oportunidades na temporada.

Mesmo com aproveitamento de quase 70%, superior ao do Fluminense, campeão Brasileiro, que terminou com 67,5%, Luis Fabiano participou de cerca de 56% dos jogos da equipe em 2012. Na semifinal do Paulista e na final da Sul-Americana, por conta de suspensão, o camisa 9 ficou fora. Na época, Willian José o substituiu.

Contratado para ser o reserva imediato, Aloísio sabe da chance que terá para ser o 12 jogador da equipe, contudo, também diz que pode atuar ao lado do camisa 9.

– Vou trabalhar, dedicar ao máximo para poder deixar o professor Ney escolher. Se ele me colocar ao lado do Luis Fabiano, vou gostar porque eu o admiro muito – completou o reforço do Tricolor.

Entusiasmado, a sombra de Luis Fabiano sabe da responsabilidade de substituir o camisa 9 do Tricolor. Com diversos campeonatos, o Boi bandido, apelido do atacante, pode se aproveitar das brechas para “roubar” o máximo de chances.

Reserva de Fabuloso em 2012, Willian José teve muitas chances

Na temporada passada, o atacante Willian José foi o reserva imediato de Luis Fabiano. Criticado pela torcida, o jogador foi o artilheiro da equipe no Campeonato Paulista, anotando 11 gols. Além disso, na Copa Sul-Americana, marcou três gols e também foi o principal goleador do time.

Contudo, com Willian José em campo, o time não teve o mesmo desempenho. O atacante tem média de 0,34 gol por jogo, e o aproveitamento da equipe com ele em campo é de 56,82 %, bem menor do que os quase 70% de Fabuloso.

No final da temporada, o vínculo do jogador chegou ao fim. Sem acerto para a sua permanência, foi contratado pelo Grêmio.

Aloísio chega ao clube com média de 0,46 gol por partida e boas indicações da diretoria. Luis Fabiano, no final de 2012, afirmara que pretendia ter uma pré-temporada adequada para atuar mais vezes. Disputando o Paulista e a Libertadores simultaneamente, o reforço deve ter oportunidades.

Bate-Bola

Aloísio
Em entrevista coletiva no CFA de Cotia, durante apresentação

A diretoria do Tricolor analisou você por cerca de um ano. Após boas apresentações no Figueirense, foi contratado. Sempre teve vontade de jogar no São Paulo?
Foi uma realização pessoal minha, sonho desde pequeno estar aqui dando essa entrevista. Um grupo como o do São Paulo tem que pensar em disputar todos títulos.

Sabe o tamanho da pressão da torcida para que a equipe possa conquistar títulos na temporada?
Como em todo clube grande, cheguei aqui sabendo da cobrança. Estrutura, qualidade, tem que ter essa cobrança. Vou tentar dar meu máximo, tentar mostrar meu melhor futebol. (Torcedores) Estão no direito deles.

Muito entusiasmado por atuar no clube? Já pensa em como jogar ao lado ou substituir Luis Fabiano?
Essa é uma oportunidade única na carreira. Minha primeira meta é estar entre os 18 jogadores.

Após dois anos, o São Paulo retornou à Libertadores. No início da carreira, pelo Grêmio, você disputou o torneio. Prevê o clube paulista forte na disputa do campeonato?
Quando tinha 17 anos, eu tive oportunidade de disputar uma Libertadores no Grêmio, mas é uma competição muito difícil, mas como eu escolhi o São Paulo, acho que vamos ter condições de chegar na final da Libertadores e, com certeza, vamos brigar pelo título.

Acredita que o São Paulo ainda precisa se reforçar?
Temos os melhores jogadores, não precisa contratar tanto. Como o São Paulo já é uma grande equipe, acho que não precisaria ir para o mercado.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*