Rafael Toloi e Douglas tentam ‘dar o troco’ em Patito Rodríguez

A dupla Rafael Toloi e Douglas, ambos revelações do Goiás, vão encarar pela primeira vez o Santos, trajados com o uniforme do São Paulo. Contudo, um jogador do lado do clube da Vila Belmiro não traz boas recordações aos atletas tricolores: o meia-atacante Patrício Rodríguez, o Patito.

Em 2010, quando defendiam o clube Esmeraldino, os dois decidiram a Copa Sul-Americana contra o Independiente (ARG), o time Patito. Já rebaixados no Brasileiro, a esperança era a de concluir o ano com um título internacional, feito ainda não conquistado pelos goianos. Na primeira partida, com grande atuação de Douglas e Toloi, a equipe venceu os argentinos por 2 a 0. Aliás, o zagueiro Rafael Toloi foi agredido com uma cotovelada de Silvera, que prontamente foi expulso. Neste jogo, Patito entrou no segundo tempo e deu uma dinâmica maior ao time.

 

Já no jogo de volta, Patito iniciou o jogo e o Independiente conseguiu igualar a desvantagem ao vencer por 3 a 1, levando a partida para os pênaltis, que terminou com a vitória dos argentinos. Durante o jogo, o meia-atacante, hoje no Santos, ditou o ritmo no setor de criação e teve papel fundamental na conquista.

Neste domingo, a dupla deve enfrentar novamente o jogador do Peixe na ‘decisão’ por uma vaga no G4. Tratando cada jogo por vez para conquistar uma vaga na próxima Libertadores, os jogadores do São Paulo prezam pela vitória. Caso sirva de estímulo, Toloi ainda não perdeu um clássico com a camisa do São Paulo (empate contra o Palmeiras e vitória diante do Corinthians). Contra o Santos, o beque marcou um gol no Brasileiro de 2009, em plena Vila Belmiro, no empate de 3 a 3.

Agora, frente a frente de novo, a dupla pretende encerrar a sina contra o Patito e galgar os três pontos que deixam o time mais próximo da vaga no G4.

Confira abaixo a ficha técnica dos dois confrontos da final da Copa Sul-Americana de 2010:

FICHA TÉCNICA DO PRIMEIRO JOGO
GOIÁS 2 X 0 INDEPENDIENTE (ARG)

Local: Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data/Hora: 1/12/2010 às 22h (horário de Brasília)
Árbitro: Carlos Torres (PAR)
Auxiliares: Nicolás Yegros (PAR) Rodney Aquino (PAR)
Cartões amarelos: Velázquez, Galeano (IND); Otacílio Neto, Carlos Alberto (GOI)
Cartões vermelhos: Silvera 12’/2T
Renda/Público: R$ 912.940,00 – 35.500 pagantes
GOLS:
 Rafael Moura 14’/1T (1-0); Otacílio Neto 21’/1T (2-0)

GOIÁS: Harlei, Rafael Toloi, Ernando e Marcão; Douglas, Amaral, Carlos Alberto, Marcelo Costa (Felipe, 42’/2T)e Wellington Saci; Rafael Moura e Otacílio Neto (Éverton Santos, 24’/2T). Técnico: Artur Neto.

INDEPENDIENTE (ARG): Navarro, Velázquez, Tuzzio, Galeano; Cabrera (Matheu, 34’/2T), Battión, Fredes (Maxi Velázquez, 42’/2T), Mareque e Godoy (Pato Rodriguez, intervalo); Parra e Andrés Silvera. Técnico: Antonio Mohamed.

FICHA TÉCNICA DO SEGUNDO JOGO
INDEPENDIENTE (5) 3 X 1 (3) GOIÁS

Local: Estádio Libertadores de América, em Avellaneda (Argentina)
Data/Hora: 08/12/2010, às 22h
Árbitro: Oscar Ruiz (COL)
Auxiliares: Abraham González (COL) e Humberto Clavijo (COL).
Cartão amarelo: Tuzzio, Mahteu, Velázquez e Navarro (IND); Toloi e Rafael Moura (GOI)
Gols: Velázquez 19’/1T (1-0), Rafael Moura 21’/1T (1-1), Parra 24’/1T (2-1) e Parra 34’/1T (3-1)

PÊNALTIS: Converteram: Velázquez, Parra, Gracián, Matheu e Tuzzio (IND); Converteram: Toloi. Everton Santos e Rafael Moura Perdeu: Felipe (GOI)

INDEPENDIENTE: Navarro, Velázquez, Tuzzio, Matheu e Mareque; Cabrera, Battión, Fredes (Maximiliano 2’/2ºP) e Martínez (Gómez 20’/2ºT); Patrício Rodrígues (Gracián 26’/2ºT) e Parra. Técnico: Antonio Mohamed.

GOIÁS:Harlei, Rafael Tolói, Ernando e Marcão; Douglas (Everton Santos 20’/2ºT), Amaral, Carlos Alberto, Marcelo Costa e Wellington Saci; Otacílio Neto (Felipe 30’/2ºT) e Rafael Moura. Técnico: Artur Neto.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*