Rafael para Luis Fabiano e vence duelo particular no San-São

Não foi um atacante, um passe preciso ou mesmo um vacilo de um defensor que decidiu o clássico entre Santos e São Paulo, neste domingo, na Vila Belmiro, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. O goleiro Rafael travou um duelo particular com Luis Fabiano e foi melhor. Parou o atacante tricolor e garantiu o 0 a 0.

Fabuloso era o homem a ser parado pelos santistas. Ele tem como sua maior vítima justamente o Santos. O atacante chegou à Vila Belmiro com um ótimo retrospecto de oito gols marcados em nove jogos contra o rival. Só que do outro lado, uma muralha se armou para contê-lo.

Luis Fabiano foi a principal arma do Tricolor no jogo, era o alvo de todas as bolas aéreas. Foi assim que surgiu a primeira grande chance do jogador. Aos 31 minutos do primeiro tempo, ele pegou a sobra de um cruzamento sem deixar a bola cair no chão, de voleio. Rafael, porém, fez uma grande defesa. Apenas seis minutos depois, Fabuloso chegou a driblar o goleiro, mas ficou sem ângulo para o arremate, que acabou indo na rede pelo lado de fora.

O confronto não tardou a se repetir no segundo tempo. Logo aos dois minutos, Luis Fabiano recebeu de Casemiro dentro da grande área, mas Rafael novamente frustrou o atacante tricolor em mais uma boa defesa. O artilheiro insistiu e conseguiu um cabeceio à queima-roupa aos 15 minutos após um cruzamento de Jadson no segundo pau. Mais uma vez, lá estava Rafael, pronto para garantir que a meta alvinegra não fosse vazada. Luis Fabiano bem que tentou, se esforçou, mas, dessa vez, o carrasco do Santos passou em branco. Melhor para Rafael. Se não pôde comemorar a vitória santista, ao menos tem a chance celebrar o fato de não ter sido vazado.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*