Léo se irrita, dispara contra diretoria e pede valorização a Ganso

O lateral-esquerdo Léo se irritou ao ser questionado sobre a ‘novela Ganso’ após o empate sem gols contra o São Paulo, neste domingo, e alterou o tom de voz para dizer que a diretoria do Santos deveria valorizar o armador, que segue na mira do próprio Tricolor.

– Essa novela mexicana tem que ser resolvida o mais rápido possível. Tem que valorizar quem está aqui dentro. Por que valoriza quem vem de fora? Se não tem condição, define. Tem que se valorizar os profissionais que fizeram algo por esse clube. Chega disso – disparou o camisa 3, que ainda citou Elano para questionar o tratamento dado a Ganso.

– O Elano não valia nada e agora está jogando bem no Grêmio. Fica nessa história de ‘renova, não renova’… Tem que valorizar. Ele (Ganso) merece respeito. Ainda é um menino, gente – acrescentou o veterano.

Depois de recusar duas propostas do São Paulo por 45% dos direitos econômicos do jogador (os outros 55% pertencem à DIS), o Santos ofereceu um aumento a Ganso. O camisa 10, que atualmente recebe R$ 130 mil mensais e reclama por ser um dos titulares com menor salário, não respondeu.

O LANCENET! apurou que ele pretende seguir sem se manifestar enquanto o time do Morumbi continuar demonstrando interesse em contratá-lo. E no que depender de Adalberto Baptista, diretor de futebol são-paulino, a novela deve ter mais alguns capítulos: neste domingo, ele afirmou que o interesse se mantém.

A primeira proposta do São Paulo foi de aproximadamente R$ 11 milhões. Depois, subiu para R$ 12,5. O Santos garante que só vai liberar o atleta se receber R$ 53 milhões, valor da multa rescisória para clubes do Brasil. Deste total, cerca de R$ 29 milhões seriam repassados à DIS.

Ganso, que já se acertou com o Tricolor, segue com a coxa esquerda lesionada e acumula cinco jogos pelo Brasileiro. Ele pode ir a campo apenas mais uma vez se quiser trocar de clube no país ainda nesta temporada. A janela nacional fecha em 21 de fevereiro.
Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*