“Um a zerinho para a gente seria justo”, diz Ceni, depois de empate

Ao término do empate sem gols entre Santos e São Paulo, na Vila Belmiro, o goleiro Rogério Ceni destoou do discurso da maioria. Segundo ele, a equipe tricolor merecia ter saído vitoriosa do jogo, que teve muitos erros de passe e finalização.

“Um a zerinho para a gente seria justo”, disse. “Não criamos muito, mas criamos algumas chances, até mais do que o Santos, que foi dominado bastante pela gente. Na parte final, eles reagiram e contra-atacaram bem. O empate fica ruim pelo que foi a partida”.

O camisa 1, que também foi pouco obrigado pelo ataque adversário, entende que faltou melhor pontaria para os homens de frente do São Paulo. A dupla ofensiva inicialmente foi formada por Osvaldo e Luis Fabiano. No segundo tempo, Ademilson ainda entrou no lugar de Rhodolfo, machucado.

“É lógico que ganhar do Santos aqui não é uma tarefa fácil, mas hoje as oportunidades se apresentaram para que isso acontecesse. Não foi um jogo esplendoroso, maravilhoso, mas, se tivessem saído os gols, todos diriam que foi um grande clássico. Não tivemos oportunidades claras, claras. Nas que tivemos, não tivemos capacidade de marcar”, comentou.

O resultado levou o São Paulo a apenas 36 pontos, ainda distante da zona de classificação para a próxima edição da Copa Libertadores. Sem vencer há três partidas, período no qual somou dois pontos de nove disputados, o elenco se reapresenta aos trabalhos na tarde desta segunda-feira, no CT da Barra Funda.

O próximo compromisso será na quarta-feira, diante do Atlético-MG, em Minas Gerais. Para esta partida, o técnico Ney Franco não terá o volante Denilson, que foi expulso aos 38 minutos da etapa final do clássico deste domingo, na Vila Belmiro.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*