Profissionalismo, dedicação e desejo. A receita da longevidade de Ceni

A dedicação de Rogério Ceni é um exemplo. Aos 41 anos, o goleiro irá para a sua 26ª temporada como titular do São Paulo. A receita para isso se baseia em três palavras, ditas pelo próprio jogador: profissionalismo, dedicação e desejo.

– Profissionalismo, dedicação, dia a dia, repetição, o desejo de vencer, de se entregar – afirma Rogério Ceni

O fisiologista Turíbio Leite de Barros faz coro às palavras do goleiro. Mas ele foi além ao dizer que Rogério investiu em si mesmo para ser um jogador profissional.

– Um jogador como o Rogério chega aonde chegou porque investiu nisso. Ele realmente se dedicou a ser um jogador profissional de futebol, com todos os requisitos necessários para ter essa carreira longa – explica o fisiologista.

Mas nem mesmo toda a dedicação pode evitar os efeitos do tempo no corpo humano. A partir dos 30 anos o metabolismo de todas as pessoas muda. Algo que é acentuado a cada década.

rogerio ceni são paulo   (Foto: Marcos Ribolli)Rogério Ceni é tido como exemplo de profissionalismo (Foto: Marcos Ribolli)

– Você tem uma diminuição da força muscular, diminuição da capacidade aeróbica do indivíduo, alterações das articulações com maior chance de lesões – diz o médico Carlos André dos Santos.

Além disso há a diminuição da substância BDNF no organismo, uma proteína produzida nos músculos e atua no cérebro, ajudando na coordenação motora e nos reflexos.

– O fato dele fazer muita atividade física favorece na produção desse BDNF. Isso ele tem a favor dele – continua Carlos André.

Por conta até mesmo dessa mudança no corpo, Rogério Ceni está se dedicando mais aos treinos físicos. Como revela o preparador de goleiros do São Paulo, Haroldo Lamounier.

– A programação segue a mesma, mas com menos intensidade de trabalho no campo. Mais reforço muscular e na parte de recuperação pós-jogo.

Rogério Ceni, São Paulo x América Nacional (Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)Primeira temporada de Rogério como profissional foi em 1993 (Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)

Só que para Rogério, essa preocupação está muito mais na cabeça dos outros que na dele mesmo.

– Acho que a idade é muito subjetiva. O que vale é o que está dentro da sua cabeça, na sua mente – afirma o goleiro.

Rogério decidiu renovar o seu contrato com o São Paulo até agosto do próximo ano, contrariando a expectativa de que a temporada 2014 seria a sua última.

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.