Presidente do SP pede para CBF aproveitar momento e cuidar só da seleção

Defensor da criação de uma liga de times de futebol brasileiros, o presidente do São Paulo Carlos Miguel Aidar disse para a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) deve aproveitar o momento de crise na Fifa para mudar o esporte no Brasil e passar a cuidar apenas das seleções e deixar o futebol dos clubes com os próprios times.

“Que tal deixar a CBF cuidar das seleções e o futebol ser cuidado pelos clubes? Aproveitando que hoje veio a queda de um homem que comanda a maior entidade do futebol mundial”, disse Aidar ao Bate Bola da ESPN.

Para Aidar, a renúncia de Joseph Blatter nesta terça-feira (2) foi programada. “O que mais me surpreendeu foi a renúncia programada do Blatter. Estamos em junho, ainda tem seis meses, vai rolar muita articulação. Acho que ele já sabia que ia renunciar antes da eleição, mas se reelegeu para ganhar tempo. O que deve ter precipitado a renúncia dele foi a informação publicada ontem a noite sobre um possível envolvimento do Jérôme Valcke, que é o braço direito dele. Veja bem isso é uma conjectura, mas acho que influenciou”, analisou o presidente do SP.

O presidente também comentou sobre gestões dos clubes e elogiou o Flamengo. “Eu vejo uma gestão do Flamengo que há três anos falou que não ia ganhar títulos, mas ia arrumar o clube. O Atlético-PR também seguiu o mesmo caminho e são modelos”, elogiou.

Muricy

Carlos Miguel Aidar voltou a comentar a saída de Muricy Ramalho. “Sentimos um tempo atrás que o Muricy estava sem forças para reagir, tinha dores intensas, ficava mais sentado, não estava bem. Seguramos um pouco, São Paulo poderia ter ganhado do Botafogo no Paulista e a coletiva depois do jogo o Muricy dizia que não via mais o que fazer. Seria uma saída negociada ou não sairia o Muricy. Ele não pode ir à reunião no dia seguinte porque passou mal à noite. Eu fui para casa dele e decidimos”, comentou.

Osorio garantido

Aidar se mostrou muito feliz com o novo treinador são-paulino Juan Carlos Osorio. “A felicidade que temos hoje com o Osorio é impressionante. Ele nitidamente conquistou a imprensa pelo jeito dele. À tarde com os jogadores foi a mesma coisa. Esse está garantido até dezembro de 2016. Está garantido. A diferença dele é o seguinte: ele falou que poderia mandar embora.. que não teria multa, porque acreditava no trabalho dele”, completou.

 

Fonte: Uol

Um comentário em “Presidente do SP pede para CBF aproveitar momento e cuidar só da seleção

  1. Kkkkk o Aidar dando palpite em como moralizar o futebol brasileiro. Alguém avisou pra ele que ele foi eleito presidente do São Paulo e tem umas questões pra moralizar dentro do clube antes?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.