Presidente do São Paulo desdenha, mas quer vencer Copa Sul-Americana

Enquanto não consegue diminuir a vantagem para o líder Cruzeiro no Campeonato Brasileiro, o São Paulo tem na Copa Sul-Americana outra chance de fechar 2014 com um título. Apesar de todas as críticas feitas à qualidade do torneio, o presidente Carlos Miguel Aidar considera importante o Tricolor vencê-lo pela segunda vez em sua história.

– Além das viagens absurdas e dos estádios sem condições, a Sul-Americana é uma competição financeiramente inferior. Não acho que seja importante para ser conquistada, mas vencer títulos sempre foi importante para qualquer clube. Devemos correr atrás – afirmou.

O São Paulo disputa nesta quarta-feira, às 19h30, uma vaga nas quartas de final da competição. No primeiro jogo, com alguns titulares poupados, o Tricolor bateu o Huachipato, do Chile, por 1 a 0, no Morumbi. Agora, precisa de um empate fora de casa para se classificar.

Mesmo com o Brasileirão ainda sendo prioridade, o São Paulo levará seus principais jogadores à disposição. Dos titulares, apenas Kaká e Souza, convocados para a seleção brasileira, e Rafael Toloi, lesionado, não viajam.

Alvaro Pereira, que está com a seleção uruguaia, chegará de Dubai na terça-feira e embarcará imediatamente para Santiago. Ganso e Paulo Miranda retornam ao time após cumprirem suspensão no Brasileiro.

– A Sul-Americana tem a mesma importância do Brasileiro. Queremos ganhar de todas as formas porque projeta o nome do São Paulo – disse o vice de futebol Ataíde Gil Guerreiro.

 

Fonte: Globo Esporte

Um comentário em “Presidente do São Paulo desdenha, mas quer vencer Copa Sul-Americana

  1. Pô presidente que desculpa mais esfarrapada.
    Esse é o unico titulo que sobrou para nós disputarmos esse ano.
    Faz anos que nosso time só da vexame, ja que o sr como toda torcida do São Paulo gosta de titulos, ve se contrata alguem com vontade de ganhar, gana de ser campeão, morto chega os que tem jogando ou melhor fazendo de conta que joga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*