Presente: zagueiro do SP viaja 6 mil km em 36h por chance na Libertadores

Foram necessários uma maratona entre viagens de avião pela América do Sul e um esforço de logística para que o jovem zagueiro Lyanco conseguisse estar no Peru nesta quarta-feira (03) para participar da estreia do São Paulo na Copa Libertadores, em Trujillo, contra o Cesar Vallejo.

Integrante do time sub-20 que iniciou a disputa da Libertadores da categoria no domingo, Lyanco foi convocado pelo profissional e teve de trocar o sono por um voo na madrugada depois da partida, para treinar pela manhã na capital paulista e depois embarcar para o Peru. Como resultado, 6.311 quilômetros percorridos em 36 horas.

Lyanco completou 19 anos na última segunda-feira (01). No domingo, ajudou o São Paulo a arrancar um empate por 1 a 1 contra o Libertad, no Paraguai, pela na Libertadores sub-20, mesmo com dois expulsos.

Um dia antes, o time profissional havia estreado no Paulistão e o companheiro de posição Breno causou preocupação por uma lesão no joelho esquerdo. Por precaução, o departamento de futebol profissional pediu que Lyanco deixasse o Paraguai após a partida, no fim da noite, e viajasse de madrugada para São Paulo para participar do treino que iniciaria às 8h30.

“Foi bastante cansativo, o jogo foi às 21h, acabou à meia noite. Tive que sair do hotel às 2h da manhã. Mas estava bastante feliz, fiz uma partida excelente no Paraguai e logo depois recebi a notícia que o professor tinha me chamado para voltar porque o Breno tinha sentido. O sentimento foi de alegria, cheguei de manhã e fui direto pro treino para correr”, disse Lyanco, ao UOL Esporte.

Depois de passar as primeiras horas do aniversário dentro no avião no trajeto entre Assunção e São Paulo, Lyanco chegou ao CT da Barra Funda e foi designado para ajudar o uruguaio Diego Lugano, dezesseis anos mais velho, em seu primeiro treino com bola depois de vinte dias de atividades apenas físicas.

“É uma motivação a mais, era meu aniversário. Você treina com Lugano, um ídolo. Tocar a bola com ele, fazer parte do treino… Conversamos algumas coisas, ele me perguntou como tinha sido o jogo, eu disse que o que ele precisar ele pode contar comigo também. Foi muito bom”, conta o jovem.

Depois da segunda-feira de viagem e treino, Lyanco foi um dos 20 jogadores convocados pelo técnico Edgardo Bauza para a viagem da estreia na Copa Libertadores. Embarcou às 9h de terça-feira em voo para Trujillo e passou mais quase seis horas em trajeto.

A alegria de Lyanco por poder participar do grupo que viajou para a estreia no torneio não está condicionada à participação efetiva na partida. Breno se recuperou da lesão, não apresentou dores nos últimos dois dias e será titular. Na reserva, Bauza ainda poderá contar com Lucão.

É possível que Lyanco seja até cortado do jogo e não fique nem no banco de reservas, mas isso não o incomoda. Assim que deixar o Peru, o jovem zagueiro embarcará em mais uma viagem de volta ao Paraguai para retomar a participação na Libertadores sub-20, que acontece no país.

Lyanco foi contratado pelo São Paulo no início de 2015 depois de deixar o Botafogo, passou o primeiro semestre no CT de Cotia e foi promovido ao elenco profissional pelo então treinador Juan Carlos Osorio.

Há seis meses no time principal, foi convocado pelo time sub-20 neste início de ano para reforçar a categoria na disputa da Libertadores. Na última semana o zagueiro, neto de iugoslavos, aceitou convite da seleção da Sérvia para jogar um amistoso do time sub-19 contra a Espanha no início de março.

 

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*