Pratto marca em estreia, mas São Paulo cede empate ao Mirassol

O clima era favorável para uma vitória tranquila no jogo que marcou a estreia de Lucas Pratto com a camisa tricolor. Na noite deste sábado, em pleno Morumbi lotado, o São Paulo abriu 2 a 0, inclusive com um gol do centroavante argentino, mas falhou infantilmente duas vezes na reta final e permitiu o empate do Mirassol aos 47 minutos do segundo tempo.

Diante de mais de 40 mil são-paulinos, Pratto precisou só de uma chance para abrir o placar de cabeça, no início do primeiro tempo. Na segunda etapa, o Tricolor seguiu sufocando o time do interior e ampliou a vantagem com Rodrigo Caio. Em uma falha de Maicon, os visitantes diminuíram, através de Raphael Lucas, e empataram no apagar das luzes com Xuxa.

Líder do Grupo B do Campeonato Paulista com sete pontos ganhos, o São Paulo buscará se reabilitar do tropeço nesta terça-feira, às 20h30 (de Brasília), diante do São Bento, novamente no Morumbi. Já o Mirassol, que segue invicto no Estadual, permanece na ponta do Grupo D com 10 pontos e visitará o São Bernardo no dia seguinte, às 20 horas.

O jogo – Foram precisos apenas nove minutos para o estreante da noite inaugurar o placar no Morumbi. Após receber na direita, Bruno cruzou, a bola desviou no marcador, mas Lucas Pratto ganhou no alto entre dois defensores do Mirassol e testou firme, sem chances para o goleiro Vagner, marcando seu primeiro gol com a camisa tricolor na primeira vez que tocou na bola.

Em vantagem, o São Paulo continuou marcando sob pressão e chegou ao menos duas vezes perigosamente com Luiz Araújo pela ponta direita, mas o jovem atacante pecou no desfecho das jogadas. Por outro lado, o Mirassol assustou aos 16 minutos, em chute de longe de Rodolfo, que tirou tinta da trave esquerda de Sidão.

Em busca do empate, o time do interior ensaiou uma pressão na base dos cruzamentos. Em um deles, Maicon tentou recuar de cabeça e quase encobriu Sidão, que teve de dar um passo para trás e espalmar para escanteio.

Pouco depois, em rápido contra-ataque, Wellinton Júnior invadiu a área tricolor e soltou a bomba. Bem colocado, o goleiro são-paulino defendeu e evitou o empate. A resposta dos mandantes veio só no último minuto do primeiro tempo, quando João Schmidt arriscou de longe para boa defesa de Vagner.

O Mirassol começou melhor a etapa final e levou perigo em algumas jogadas pela linha de fundo. Aos quatro minutos, Xuxa aproveitou cruzamento rasteiro vindo da direita e empurrou para a rede, mas o gol foi o invalidado por impedimento, que foi corretamente assinalado.

O São Paulo, porém, esfriou o ímpeto da equipe visitante aos sete minutos, quando Maicon aproveitou sobra do escanteio e cruzou da direita. Seu companheiro de zaga, Rodrigo Caio, subiu livre e cabeceou forte, no chão, ampliando a vantagem para o Tricolor.

O gol arrefeceu os ânimos do Mirassol, que decidiu partir para cima sem muita organização. Apostando no erro do adversário, o São Paulo teve grande chance em contra-ataque aos 20 minutos, mas Luiz Araújo desperdiçou e acabou com a paciência de Rogério Ceni, que prontamente o substituiu por Neilton.

Em uma falha do zagueiro Maicon, que perdeu a bola ao sair jogando, o Mirassol diminuiu o prejuízo, com Raphael Lucas, aos 30 minutos. Em outra bobeada, Sidão quase permitiu o empate da equipe do interior aos 40, quando chutou em cima de Xuxa ao tentar afastar a bola, que ia entrar no gol se não fosse Bruno mandar para longe.

Amadurecido, o empate, contudo, viria aos 47 minutos. Após cruzamento da direita, Xuxa invadiu a área sozinho, aproveitou que Bruno furou cabeçada, e empurrou a bola para a rede de joelho, dando números finais à partida e colocando “água no chope” da torcida tricolor.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 2 X 2 MIRASSOL

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo
Data: 18 de fevereiro de 2017, sábado
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho e Evandro de Melo Lima
Público: 43.961 pagantes
Renda: R$ 1.178.846
Cartão Amarelo: Zé Roberto (Mirassol); Luiz Araújo, Rodrigo Caio e Junior Tavares (São Paulo)

GOLS:

SÃO PAULO: Lucas Pratto, aos nove minutos do primeiro tempo; Rodrigo Caio, aos sete minutos do segundo tempo
MIRASSOL: Raphael Lucas, aos 30 minutos do segundo tempo, e Xuxa, aos 47 minutos do segundo tempo

SÃO PAULO: Sidão; Bruno, Rodrigo Caio, Maicon e Junior Tavares; João Schmidt, Thiago Mendes e Cícero (Buffarini); Luiz Araújo (Neilton), Cueva (Lucas Fernandes) e Lucas Pratto
Técnico: Rogério Ceni

MIRASSOL: Vagner; Tony, Wallace, Edson Silva e Raul; Willian, Paulinho (Ricardinho), Xuxa e Rodolfo; Wellinton Junior (Bruno Sávio) e Zé Roberto (Raphael Lucas)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*