Postura de Ceni na queda de Muricy desagradou no São Paulo

Além da saúde, outras questões culminaram na saída de Muricy Ramalho e uma das justificativas encontradas no clube para o mau futebol sob o comando do técnico passa pela relação com os jogadores. Pessoas que acompanham o dia a dia do São Paulo relatam insatisfações com o trabalho do técnico, inclusive por parte de Rogério Ceni.

O capitão e maior líder do elenco há tempos via problemas nas atividades aplicadas durante a semana, relatam pessoas próximas tanto do goleiro quanto do treinador.

Muricy teria dificuldade em organizar os treinamentos, deixando a tarefa praticamente para o dia das atividades. A falta de soluções táticas também incomodavam não só Ceni como outros do elenco.

De acordo com os mesmos relatos, a insatisfação de Ceni, porém, não interferia na relação de amizade mantida com Muricy. O goleiro sempre externou respeito pelo treinador e sua história no São Paulo. Mas estava desanimado ao ver o time sem conseguir reagir a cada jogo.

Quem defende Muricy diz que faltou mais parceria do goleiro, por duas razões. A primeira é que, sendo um líder, Ceni poderia ter ajudado a aliviar a pressão sobre o técnico, alegam. O segundo argumento é de que o estilo visto como ultrapassado do técnico nunca foi novidade.

O próprio Muricy sempre admitiu que seu modo de pensar futebol pouco mudara desde sua passagem anterior, quando sagrou-se tricampeão brasileiro entre 2006 e 2008, no time liderado por Rogério Ceni.

Publicamente, Ceni nunca externou qualquer insatisfação com o trabalho de Muricy, mas segundo as pessoas ouvidas pela reportagem, deu de ombros em meio à crise.

De fato, nas declarações após os jogos, Ceni fazia análises realistas e alertava para a necessidade de melhora. Optou por postura mais neutra quando o trabalho do técnico motivou uma reunião com a diretoria, após a derrota de 3 a 0 para o Palmeiras, no Allianz Parque.

Após o jogo seguinte, vitória contra o Linense, por 3 a 0, no Morumbi, o goleiro foi perguntado de sua participação no encontro.

– Como capitão fui à reunião, mas a decisão é muito deles (dirigentes) com o Muricy. Ele se sente competente para dirigir o time, e a diretoria acredita que tem o técnico que pode conduzir o São Paulo à vitórias – afirmou Rogério Ceni.

Na sexta-feira após o Choque-Rei, dia seguinte à reunião em que Muricy colocou o cargo à disposição, Ceni foi consultado pelo clube para conceder entrevista no lugar do técnico, mas se recusou.

CENI NA CHEGADA DE MURICY EM 2013

“O Telê (Santana) morreu. O Paulo (Autuori) nós matamos em dois meses. Sobrou o Muricy. Se não cuidar dele, quem será o próximo?”

Fonte: Lance

15 comentários em “Postura de Ceni na queda de Muricy desagradou no São Paulo

  1. Desculpem os que não acreditavam que um dos bicos de fogo que queimaram o Muricy tem o nome RC,
    Para mim pelo menos, não era possível um sujeito pautar sua vida em um planejamento de sucesso e quando pretendia dar uma “gran finalle” ser atrapalhado por alguém que tinha data de validade para um trabalho, deixo claro que isto não significa desprezar a história do Muricy no São Paulo, pelo contrário, devemos muito a ele, apesar de eu particularmente nunca ter gostado dele como técnico.
    RC ficou mundialmente conhecido não pela seleção brasileira, mas por suas marcas individuais, consequentemente tem sua individualidade e suas aspirações, usando o São Paulo como trampolim, logo, para ele, seja quem for, deve cumprir seu papel de forma que o ajude a atingir seus objetivos, nós torcedores criamos o monstro ou o M1TO.
    Foi o que aconteceu, Muricy, por culpa da diretoria que não sabe planejar, tinha que ser dispensado no final do ano juntamente com Kaká, que foi quem fez 80% do trabalho de recuperação, muito enaltecido por RC.
    Então este ano RC se viu nas mãos dele (Muricy), sem qualquer expectativa, não acontecendo nada do que havia planejado, então, alguém acredita que ficou quieto, sofrendo vexame após vexame?
    Auto defesa, simplesmente isto, nada de mau caratismo, apenas se defendeu e aos seus ideais, principalmente aos dele, para continuar sendo o M1TO através do São Paulo.
    Se não me engano, independente do biônico Milton Cruz, voltaremos a apresentar bom futebol.

    • Ceni e’ unico, por isso, muita gente tem dor de cotovelo,
      incomoda todos seus records,
      porem todos foram conseguidos porque e’ persintente e trabalhou muito.
      Ele sempre procurou eliminar seus defeitos atraves de treinamentos
      sempre alem do recomendado, por conta propria, por isso alcanca suas metas.
      Na’o vou dizer que e’ unanimidade, masss qual do time faz treinamentos
      alem do que e’ recomendado, talvez o luisito pipokkka, ou o toloy, ou mesmo
      souza, ou o av laranjeira,
      ????? qual sera’ ????
      Sinto muito caro torcedor, Ceni, talvez seja sim um monstro, mas um
      monstro em extinsa’o de exemplo, por isso e’ MITO. MITO, que na’o veremos jamais, e’ unico e sendo unico,
      a selemerda na’o fez falta pra ele, alcancar o que alcancou, sem a amarelona
      onde foi barrado por ser serio e na’o ser curvar a interesses dubios,
      ainda, e’ reconhecido como um dos VINTE melhores atletas em atividade
      no Brazil e entre os quinhentos no mundo pela revista World Soccer, junto com
      Pato, Ganso e luisito pipokkka, ai o bicho pega.
      Cuidado com a colocaca’o das palavras, Fernandes, elas tambem podem voltar
      contra voce. Murici, deveria ter se precavido e mantido seu slogan
      “aqui e’ trabalho meu filho”, infelizmente na’o foi isso que aconteceu,
      ta registrado em cartorio. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      • Caro Lorenzo, mesmo com a dúbia interpretação para “monstro”, tenho a maior admiração por RC e sua história e faço questão de destacar sua quase obsessão pelo trabalho e suas metas, sendo por isso das suas conquistas.
        Que minhas palavras sejam bem interpretadas e que tenham boas vibrações para que o São Paulo volte para os trilhos, mesmo com esta diretoria demonstrando ser incapaz de conduzi-lo adequadamente.
        Abraço.

        • Com toda certeza essa diretoria e’ mesmo totalmente incapaz,
          como sao todos, todos os que comandam nossa patria,
          no futebol, na politica, ou quer que seja em cargos publicos.
          Gostaria de mesmo de ver gente da estirpe de Ceni e mesmo Murici
          nos conduzindo por essas veredas, mas isso e’ mesmo uma utopia
          no paiz das vantagens compactuadas pela maioria da nossa gente.
          Estou com voce, apenas uma interpretassaozinha dubia,
          que para mim na’o passou despercebida.
          Gosto imensamente do Ceni, que ja disse por aqui que ate gostaria
          que na’o batesse mais penais, e’ muita responsabilidade,
          faltas na’o tem responsabilidade alguma e ate’ o toloy esta livre para
          mandar o pau, como os tiros de meta dos antigamente,
          enta’o ai todo mundo quer bater.
          Estamos conversados, numa boa, admiro tambem suas colocacoes,
          tem sentido.

  2. Rogerio Ceni, é nosso mito, jamais existira igual, mas seu tempo acabou, muitos vao lembrar de como Rogerio comandava o time la de tras, orientava os jogadores e ate fazia otimos lançamentos que resultavam em contra ataques mortais, de uns anos para ca acabou, e ele nao reconhece isso, nao reconhece suas limitacoes e que nao comanda mais tornou somente um jogador comum, e deveria parar logo antes que manche mais a sua carreira, pq lembraram dos seus feitos o goleiro artilheiro, jamais sera ultrapassado, e etc, mas o Sao Paulo FC é maior que ele é maior que qualquer jogador.

  3. Sei que vou desagradar muita gente.
    O Rogerio Ceni precisa parar pelo Bem do São Paulo FC.
    Ele ja fez tudo que tinha que fazer pelo clube, esta na hora de curtir a vida e a familia.

  4. A meu ver, Rogério Ceni é parte do problema SPFC. Desde 2013, quando passou sua pior fase no time. Apoiei sua aposentadoria ao mesmo tempo que afirmei, aqui neste espaço, que isto não aconteceria por causa da paixão dos torcedores e dos altos salários envolvidos.
    É parte do problema, porque, qualquer que seja o técnico que venha a trabalhar no SP, antes de qq coisa tem que obter a aprovação do ídolo – isto enfraquece o cidadão “na largada”. É parte do problema porque inibe novas lideranças, coisa cobrada pelos últimos técnicos que passaram pelo Morumbi, que sentiram falta de outra liderança, coisa só conseguida com a volta do Kaká, que não tinha como o RC inibir.
    Agora, por respeito ao SP, maior que ele e que o Murici, não tinha como o RC “comprar” a briga pelo técnico: não havia como aprovar o trabalho que o Murici vinha desenvolvendo.
    Talvez fosse melhor o RC aproveitar o momento difícil (é nas dificuldades que as oportunidades aparecem), aposentar-se do gol e assumir o comando técnico da equipe.

  5. Fofoca news.

    Nada que sai de dentro do SPFC pode ser levado a sério hoje em dia.

    Algum babaca plantou esta notícia e a imprensa toma como se fosse a verdade universal dos fatos.

    Grande parte já está de saco cheio dele, inclusive a torcida, mas plantar notícia hj em dia no SPFC é facil demais.

  6. O que mais do Rogério abalou o Murici foram suas falhas nos últimos jogos, começou pegar no primeiro jogo contra o Corinthians. Não apoiar o técnico também foi falha, mas não tão grave.

  7. Também acho que está na hora do SPFC passar a era Rogério Ceni, que entre um entrevero aqui e ali passa despercebido suas falhas em campo. RC é um mito, mas como já foi dito, dentro das 4 linhas, e sua liderança carece de renovação para o bem do clube e daqueles que lá forem trabalhar. Penso que isso seria saudável para ambos, tanto para o clube como para o próprio jogador que quer continuar no futebol fora das 4 linhas.

  8. Acho q nesse caso ele não quis bater de frente com o Muricy, isso faria abalaria a amizade que tem e acabaria mais com a saúde do Muricy…
    Creio que ele não deveria estar feliz com a falta de treino e tática do Muricy, mas como o Muricy é teimoso, não poderia fazer nada e ficava triste e sem saída…
    Não poderia falar nada, não poderia passar na frente, não poderia bater de frente….

    Amizade muitas vezes é foda por causa disso na vida profissional !!

    Creio que com o novo técnico será diferente !!

  9. Quem tem que ver o bom andamento dos diversos departamentos
    sa’o mesmo os dirigentes,
    ??? ou seria invertido ????

    ???? Seriam os jogadores ????

    Ou mesmo nos’, que ja alertavamos por toda essa incompetencia
    tanto da diretoria como do departamento profissional,
    ??? de que adiantava ????
    Por isso o clube tem patrocinios ‘a altura e estadio cheios em todos os jogos,
    pois o time joga por puro conversero, das duas republiquetas.

  10. O Sr. Ceni pensa que ninguém é maior que ele no SPFC. Ele foi mito, é mito dentro das quatro linhas, mas isso não pode passar para fora dela e ele não pode prejudicar o clube, como tem feito ultimamente.
    Será sempre nosso grande ídolo, mas já basta também.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*