Polêmica com mãe de Júnior Tavares esfria negócio com Corinthians

A polêmica envolvendo a mãe de Júnior Tavares esfriou a possível troca do lateral-esquerdo por Lucca, entre São Paulo e Corinthians. A possibilidade da troca foi oferecida ao clube do Morumbi pelo empresário Fernando Garcia e enfrentava resistência interna.

Não havia unanimidade entre os dirigentes do clube. E as postagens da mãe do jogador, que disse “preferir morrer” a ver o filho no rival, aumentaram a desconfiança sobre o negócio.

Inicialmente as condições apontadas eram de empréstimo de um ano, com preço dos direitos econômicos fixados. Agora, a impressão é de que dificilmente haverá clima para a transferência.

Além disso, na reunião entre torcedores, o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, e diretores, houve um pedido dos torcedores para que esse acordo não fosse fechado.

Cerca de 20 são-paulinos de organizadas, blogs e selecionados por redes sociais foram recebidos no CT da Barra Funda na última quarta-feira.

Júnior Tavares, lateral do São Paulo, estava na mira do Corinthians (Foto: Marcelo Prado)

Júnior Tavares, lateral do São Paulo, estava na mira do Corinthians (Foto: Marcelo Prado)

Apesar da resistência em acertar esta troca com o Corinthians, o São Paulo não descarta negociar Júnior Tavares em 2018. O jogador, inclusive, foi alvo do Ajax, da Holanda. A avaliação é de que o lateral é um grande jogador, quando está concentrado no trabalho, e tem muito potencial.

Na próxima temporada, no entanto, a lateral esquerda será preenchida por Reinaldo (volta de empréstimo da Chapecoense e renovará por três anos) e Edimar. Assim, dependendo da oportunidade de mercado, o Tricolor está disposto a analisar uma possível venda.

Fonte: Globo Esporte

12 comentários em “Polêmica com mãe de Júnior Tavares esfria negócio com Corinthians

  1. Essa diretoria do São Paulo só tem pessoas incompetentes,vai da mais um jogafor de graça de novo que nem fez o Jadson.Junior Tavares e um dos melhores lateral que temos,só está numa faze ruin.Lembro quando foi integrado ao profissional,o muleke voava.PENSE BEM DIRETORIA!

  2. Não via um negócio tão lesivo para uma das partes desde das vendas do Rogério para Sport e do Hudson para o Cruzeiro e da compra da refinaria de Pasadena pela Petrobras.
    Se não acontecer, sem dúvida, vai ser a ‘melhor’ negociação feita pela dupla Leco/Pinotti.

  3. Não é possível que o SP iria entrar nessa furada… começo a sentir o mesmo cheiro que a mosca que ronda o Paulo Pontes deixa…

    Estaria o SP interessado em no Eduardo Vargas??? Andou pipocando isso na internet…

  4. Mamãe Fera… valeu! Pergunte a qualquer torcedor da Macaca o que ele acha do tal de Lucca. Ele quase tomou uma sova da torcida. Acho que isso por si só explica, né??!!

  5. Não sei se, de fato, a diretoria do São Paulo estava de acordo com a negociação. O silêncio dos dirigentes sobre o caso me faz pensar que sim. Desta forma, é incrível que a mãe do jogador tenha q intervir via redes sociais para evitar uma negociação ridicula dessas.

    Junior Tavares tem 21 anos e teve uma proposta de cerca de 30 milhões de reais recusada há alguns meses. Nesta nova negociação, poderia acabar no rival, em definitivo, por apenas 5 milhões! Enquanto isso, o São Paulo poderia contar com um jogador de 27 anos, que é até bem razoável, mas que nunca se firmou em time grande e ainda teria que desembolsar 3 milhões.

    É tipo Lucca + 2 milhões por Junior Tavares. Me desculpe, mas o Lucca está muito distante de valer 28 milhões.

    O Corinthians contratou o jogador pagando 4,5 milhões por 60% dos direitos econômicos. Isso daria 7,5 milhões por 100%. A conta não fecha e o prejuízo seria todo são-paulino.

    Obrigado Dona Simone Tavares!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*