PM suspende laudo do Morumbi e Tricolor pode mudar mando de jogos

A Polícia Militar do Estado de São Paulo suspendeu nesta sexta-feira o laudo que autoriza a realização de jogos no estádio do Morumbi após o acidente com um gradil de um camarote, no jogo contra o Atlético-MG, na última quarta-feira, pela Libertadores, que provocou a queda de 25 pessoas no gramado. Dessa forma, até que seja realizada uma nova vistoria pela corporação, o local não poderá receber partidas.

A informação foi confirmada pela assessoria do clube, que corre para marcar a visita dos responsáveis para antes do duelo contra o Internacional, marcado para o dia 22 de maio, pela segunda rodada do Brasileiro. Ao menos no torneio continental, é improvável que o clube tenha problemas caso avança diante do Atlético-MG, já que a semifinal será disputada apenas no mês de julho.

Na última quinta, o vice-presidente do São Paulo, José Francisco Manssur, defendeu o clube explicando que o setor havia sido aprovado após o laudo emitido para esta temporada. No mesmo dia, o Ministério Público de São Paulo já havia pedido que fossem executadas vistorias no estádio são-paulino.

“Temos que emitir laudos às entidades responsáveis em todos os anos, como Corpo de Bombeiros, Prefeitura, etc. O último laudo foi dado em 2016. Foram pedidos alguns ajustes, mas nada foi falado sobre as grades do setor térreo”, afirmou Manssur. O dirigente, no entanto, garantiu que irá auxiliar na apuração das causas do acidente. “Mesmo assim, não nos isentamos de constatar e apurar o que aconteceu”, completou.

Um dos peritos responsáveis por analisar a cena do acidente ocorrido durante a vitória por 1 a 0 sobre o Atlético-MG, na quarta-feira, no Morumbi, apontou falha do São Paulo na instalação de gradis para cercar os camarotes do estádio. Segundo Edwar Folli Júnior, perito criminal do setor de engenharia do Instituto de Criminalística de São Paulo, as grades não suportam a pressão exercida pela torcida e estão fragilizadas devido a um processo de corrosão.

O acidente aconteceu no Morumbi após Michel Bastos abrir o placar de cabeça aos 34 minutos do segundo tempo no primeiro jogo entre São Paulo e Atlético-MG, válido pelas quartas de final da Copa Libertadores da América, na noite desta quarta-feira. Na comemoração, o meio-campista do Tricolor foi em direção a um camarote do setor inferior do estádio, onde torcedores comemoravam o tento que daria a vitória para a equipe da casa. No entanto, a grade de proteção não aguentou o contato das pessoas e 25 delas caíram no fosso.

O jogo terminou com o triunfo da equipe paulista por 1 a 0. A decisão acontecerá na próxima quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no Estádio Independência, em Belo Horizonte. O São Paulo joga por um empate, enquanto o Galo precisa de uma vitória por dois gols de diferença para avançar às semifinais da Libertadores. Apenas três dos feridos ainda estão no hospital, mas, de acordo com o clube, devem receber alta no sábado.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Um comentário em “PM suspende laudo do Morumbi e Tricolor pode mudar mando de jogos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.