Pato faz metade de gols de 2014 e já supera marca no Corinthians

Com os dois gols marcados na vitória de sábado sobre o Audax, por 4 a 0, Alexandre Pato superou sua marca pelo Corinthians. No rival, pelo qual está emprestado até o fim deste ano, ele balançou a rede 17 vezes em 62 partidas. Com a camisa tricolor, já são 18 em apenas 48 jogos disputados (14 a menos).

“É um baita de um jogador, se ele realmente quiser sempre jogar no limite, ele vai render muito”, elogiou o técnico Muricy Ramalho, não sem alertá-lo. “Se não for assim, não vai render. Ele sabe que a gente dá muita oportunidade. Ele tem entrado e entrado bem, por isso vai permanecer no time. Se no próximo jogo ele não for bem, sai, senão se acomoda”.

Pato chegou ao São Paulo em fevereiro do ano passado, emprestado pelo Corinthians até dezembro de 2015. Em sua primeira temporada, marcou 12 gols em 40 jogos e foi o vice-artilheiro da equipe, atrás somente de Luis Fabiano. Virado o ano, o aproveitamento até aqui é muito melhor: seis gols (ou metade dos gols de 2014) em apenas oito atuações.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press

Namorada atual do atacante, a modelo Fiorella Mattheis, tem dado sorte e esteve presente no Morumbi

Para o comandante, está comprovado que é ele quem tem que atuar com Luis Fabiano ou Alan Kardec. “Juntos, esses dois já mostraram que têm dificuldade. Mas o Pato se mexe muito, não fica enfiado. Isso dificulta para o adversário e abre espaço para o companheiro. O Pato é ideal para os dois. Toda vez que faz dupla com algum deles, sai gols por isso. Ele se mexe muito atrás dos volantes”, explicou.

Na quarta-feira passada, a dupla formada por Luis Fabiano e Kardec não rendeu diante do Corinthians, na estreia da Copa Libertadores, também por esse motivo. Pato só não atuou porque ainda tem contrato com o time alvinegro. Para tê-lo em campo, a diretoria do São Paulo precisaria pagar R$ 5 milhões. Como a alta multa não foi paga, o atacante mais uma vez assistiu ao clássico pela televisão.

“É triste, porque por motivos de contrato eu não posso jogar. Gostaria, sim, de jogar. Mas vamos esquecer isso e pensar nos próximos jogos da Libertadores”, falou o artilheiro, na saída do gramado do Morumbi, no qual voltará a pisar na quarta-feira, justamente no próximo jogo do torneio continental, contra o uruguaio Danubio.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*