Pato anota gol 3.000 do Morumbi, mas mira título para ficar na história

O atacante Alexandre Pato anotou na noite desta quarta-feira uma marca histórica para o São Paulo no Morumbi. Diante do Vasco, pelas quartas de final da Copa do Brasil, o jogador fez os gols de número 3.000 e 3.001 do Tricolor no estádio ao abrir o placar contra os cariocas com um potente chute da entrada da área e depois pegar rebote de Martin Silva, colocando seu nome em uma marca que vem sendo perseguida há algumas semanas.

Para ficar na história do clube, no entanto, o camisa 11 acredita que precisa de um pouco mais. “Não tem como não ficar feliz quando se alcança uma marca dessa, mas quero que meu nome fique na história com títulos. Essa Copa do Brasil pode deixar meu nome marcado aqui”, previu o avante, que tem vínculo de empréstimo apenas até o final do ano, deixando o torneio de mata-mata como sua última possibilidade de taça no Tricolor, a princípio.

A contagem de gols tricolores começou na inauguração do campo, no dia 2/10/60, quando Peixinho fez o tento do triunfo sobre o Sporting-POR. Depois, o milésimo foi alcançado com Sidnei, em 85, em uma vitória por 2 a 1 sobre o Flamengo. A faixa de 2.00 gols chegou em 2001, com um gol contra do lateral direito Moura, do Vitória, em partida vencida pelo Tricolor por 3 a 0.

Essas foram também a terceira e a quarta vez que Pato foi para a rede na Copa do Brasil. Ele já havia deixado o seu nos duelos contra o Ceará, no Morumbi (2 a 1 para o adversário), e no Castelão (3 a 0 para os paulistas). Com isso, o atacante chega a 24 gols na temporada, isolando-se ainda mais como principal artilheiro são-paulino no ano. O segundo maior goleador do elenco em 2015 é o meia Michel Bastos, que tem dez.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*