Para Pratto, SP tem que melhorar atrás e na frente: “Emocional complicado”

Parece simples: o diagnóstico de Pratto para o São Paulo sair da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro é melhorar a defesa e o ataque.

– Não estamos conseguindo recuperar a bola. Toda vez que ela chega na nossa área, parece que vai sair o gol. Pode ser que seja algum problema de confinaça, emocional, mas o aspecto futebolístico é importante também. E, nas finalizações, temos que caprichar um poucos mais. Estamos tendo chances claríssimas para abrir o placar, principalmente contra Coritiba e Bahia, e não conseguimos – afirmou o atacante argentino em entrevista coletiva nesta quarta-feira, no CT.

Entretanto, Pratto reconheceu que, além de melhorar os aspectos técnico e tático, os jogadores do São Paulo precisam de mais confiança:

– O emocional está um pouquinho mais complicado. Eu, como jogador mais velho, estou tentando dar confiança aos mais novos, os outros líderes também. O treinador está trabalhando muito nisso, para dar confiança aos jogadores.

Ao fim do primeiro turno, o São Paulo ocupa a 17ª posição na tabela do Brasileirão, a primeira na zona de rebaixamento. No domingo, contra o Cruzeiro, às 11h (de Brasília), recebe o Cruzeiro na abertura do segundo turno.

Fonte: Globo Esporte

10 comentários em “Para Pratto, SP tem que melhorar atrás e na frente: “Emocional complicado”

  1. Vocês funcionários do São Paulo estão jogando nossa história na lama. E principalmente o Leco. E eu falo Leco porquê nem presidente ele deveria ser. Onde se viu isso o clube do Morumbi tricampeão mundial correndo risco de ser rebaixado. Diretoria incompetente.

  2. Eu quero saber é das vitorias. O Pratto está certo. Mas eu como muitos são-paulinos estamos insatisfeitos. Isso para não dizer todos. Eu estou muito chateado com todos do São Paulo. Vocês estão jogando nossa história na lama.

  3. Pausa.
    Eu sou um dos maiores críticos ao trabalho de Dorival Jr. e o seu histórico com time na parte de baixo na tabela.
    Mas daí já ficar na esperança por Cuca é uma falta de coerência tremenda, mesmo descrente no trabalho desse técnico, agora é hora de união de todos, técnico, jogadores e torcida.
    Tem uma coisa que não podemos evitar, que é o tempo mínimo necessário para um trabalho sério, se a cada derrota trocarmos de técnico nem os jogadores acreditarão mais que podemos sair desse atoleiro.

    O que temos é isso e é com isso que teremos que mudar essa situação, não existe mágica, só depois disso discutiremos as falhas cometidas pela direção do clube.

  4. Tenho que concordar com Paulo RP quanto a contratação do argentino, pois temos um exemplo na cara que é o atual líder do Brasileiro. Mas ainda assim gostaria de ver o desempenho de Pratto em uma outra situação, por hora Gibagol tem a simpatia de muitos para ter uma chance no ataque.

  5. esse precisa se movimenta mais em campo

    atenção diretoria !

    um blogueiro estar falando que se as peppas ficarem fora da libertadores o cuca sera demitido .

    caso isso ocorra CONTRATE NA HORA O CUCA ,NÃO PENSEM DUAS VEZES .

    todos juntos para salvar o soberano

  6. Vou mexer com alguns:
    Quando fui contra a contratação do Prato, escrevi que o problema do time não era de centroavante; que quando o time está organizado qualquer um “bota pra dentro” e citei que o Gilberto e o Pedro seriam capazes de comandar um ataque de um time que criasse bastante. Tá aí: o tempo, infelizmente, me deu razão. Gastaram uma “bucha” na contratação desse jogador e o time continua sem fazer gols. Nâo por culpa exclusiva dele, que até é um bom jogador, mas, tivessem gastado o dinheiro investido nele em contratações para posições mais importantes, talvez tivesse sido melhor…

  7. Toda vez que bola chega na nossa area parece que vai sair gol.Isso é reflexo de um lixo de sistema defensivo tatico/tecnicamente,enquanto não resolver isso as derrotas vão continuar acontecendo.

  8. Gosto do Pratto, é lutador e parece ser um bom sujeito, mas está numa fase ruim. Eu daria uma chance ao Gibagol para ver se o ataque desencanta e para de perder tantos gols.

  9. Vou te falar o que é emocional complicado Pratto, é o cidadão ganhar um salário mínimo, depender de transporte público, educação pública e saúde pública e não poder nem pensar se o lado emocional está difícil, pois se pensar nesse lado a barriga fica vazia! Tomem vergonha na cara, jogadores que recebem milhares de reais por mês e não colaboram! Joguem bola que é o mínimo que podem fazer!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*