Osvaldo não descarta sair e aguarda decisão entre agente e diretoria

Osvaldo esteve perto de disputar a Copa das Confederações. Em grande fase no São Paulo, o atacante chegou a ser chamado pelo técnico Luiz Felipe Scolari para disputar amistosos, mas acabou fora da lista final. De lá para cá, tudo mudou. Um dos poucos destaques do Tricolor no primeiro semestre, o jogador caiu de rendimento e agora é apenas a quinta opção do técnico Muricy Ramalho. Com o fim da temporada se aproximando, ele não descarta ir embora, diz que foi procurado por outros clubes, mas deixa o futuro nas mãos da diretoria.

– Sinceramente, hoje está um pouco complicado prever qualquer coisa sobre o meu futuro. Alguns clubes realmente já procuraram saber da minha situação, mas eu tenho reforçado sempre que tenho contrato com o São Paulo e que a minha vontade é permanecer – afirmou.

O ano começou praticamente perfeito para Osvaldo. Titular absoluto com o técnico Ney Franco, o jogador liderou a equipe ao lado de Jadson e acabou na Seleção. Depois de atuar no amistoso contra a Bolívia, o jogador ficou fora da relação para a Copa das Confederações. Coincidência ou não, o desempenho dele nunca mais foi o mesmo. De quebra, sofreu uma lesão no quadril e perdeu espaço grupo.

Enquanto vivia grande fase, Osvaldo esteve na mira de clubes do leste europeu. O São Paulo recusou ofertas de mais de R$ 15 milhões de Shakhtar Donetsk e Metalist, rivais ucranianos. O clube acreditava que obter um valor ainda maior no fim do ano, apostando no sucesso do jogador e do time.

As trocas de comando pioraram ainda mais a situação, principalmente quando Muricy Ramalho substituiu Paulo Autuori. O treinador apostou no jogador nas primeiras partidas, porém, após a má atuação no clássico contra o Santos, na Vila Belmiro, ele desistiu.

Aloísio, Ademílson e Welliton, recém-contratado do Grêmio, ganharam preferência na disputa para atuar com Luis Fabiano,  colocando Osvaldo como quinta opção do setor. Abaixo dele está apenas Silvinho, contratado do Penapolense após o Paulistão e pouco utilizado até o momento.

– Não posso ignorar o fato de que preciso jogar. Vamos ver o que vai acontecer. O time terá jogos importantes pela frente, então tenho procurado não pensar nisso nesse momento. Na hora certa, meu empresário vai sentar com a diretoria do São Paulo para decidir o que for melhor – ressaltou.

Para complicar ainda mais, Osvaldo sentiu o peso de um longo jejum. Ele não faz um gol sequer desde 28 de fevereiro, data da vitória por 2 a 1 sobre o Strongest, ainda pela fase de grupos da Libertadores. São nada menos que 42 partidas sem balançar as redes. Foram cinco na temporada – os artilheiros da equipe são Luis Fabiano e Aloísio, com 21.

Agora, a situação se inverte. Se antes a direção bateu o pé para segurá-lo, neste momento o presidente Juvenal Juvêncio e a cúpula do futebol estão dispostos a negociar Osvaldo. O clube entende que ofertas aparecerão no encerramento da temporada. E nem precisa ser da Europa para o negócio ser concretizado.

Fonte: Globo Esporte

4 comentários em “Osvaldo não descarta sair e aguarda decisão entre agente e diretoria

  1. Não sei não. O SP deveria dar chance da virada do ano para o Osvaldo. Após a pré-temporada se ele não voltar a jogar o seu futebol que nos encantou a todos, aí sim, pelo bem de todos, poderia sair para outro clube: outro ambiente. . .
    Ainda tenho esperança nele . . . .

  2. Como diz a música: “relembrar é viver”…
    Já que o assunto vem e volta, nada melhor que relembrar que ele está colhendo o que plantou.
    Nas oitavas da Libertadores contra o Patético Mineiro fugiu literalmente de divididas contra o lateral deles com medo de se contundir. Talvez estivesse com receio de ficar fora da seleção. O detalhe é que o lateral deles já tinha amarelo e ele nem para tentar forçar o segundo foi capaz.
    Depois, se contundiu no jogo seguinte do São Paulo contra a gambazada e nem foi para BH no jogo de volta. Amarelou de vez.
    Felipão “adora” jogador assim. Será que ele pensa que só eu vi e entendi tudo isso dessa forma?
    Resultado: Não ganhou nada pelo São Paulo e ficou fora da seleção.
    Agora, é tomar Prozac…

    • Osvaldo foi mal orientado, talvez pelos seus agentes, ou fez escolhas erradas e está pagando por isso. É o pular cabeça fraca.
      O que aconteceu com ele, já vi acontecer com vários jogadores.
      Já o Jadson é limitado mesmo. Enganador. Não se sustenta por muito tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*