Opinião de são-paulino: a questão do técnico

Amigo são-paulino, leitor do Tricolor na Web, entendo ser interessante a discussão da questão do técnico do São Paulo. Na última quarta-feira a torcida começou a gritar o nome de Muricy Ramalho. Essa será uma constante enquanto nosso ex-técnico estiver desempregado. Eu, particularmente, não defendo a demissão de Ney Franco. Acho que uma derrota no Brasileiro não pode ser motivo para isso, apesar das eliminações no Paulista e na Libertadores.

Mas, além de não defender  a demissão de Ney Franco, defendo muito menos a contratação de Muricy Ramalho. Respeito o seu trabalho, mas acho que não é momento de sua volta. E não vejo no mercado técnico disponível para o Tricolor. E não me venham com Mano Menezes, por favor.

Bem, quero saber sua opinião. Aqui é o canal para o debate. Fique à vontade.

13 comentários em “Opinião de são-paulino: a questão do técnico

  1. Não consigo entender o Ney Franco. Não considero o time fraco.
    No gol, M1TO, o CARA; na zaga, temos Lúcio e Toloy que são ótimos zagueiros; no meio, Jadson e Ganso, excelentes; no ataque, Luiz Fabiano (matador) e Oswaldo; no banco, um técnico que não consegue municiar estes atletas.
    Para mim, apreciadora de um bom futebol, (mulher, rs..) falta treino específico. Repetição.
    Vejo que a maioria é contra o retorno do Muricy, mas não é isto que o Muricy pedia à diretoria? Uma espinha dorsal para que ele pudesse fazer o time jogar?
    Senhores… Sou ‘Muricyzete’, rs..

  2. Se o Ney Franco for demitido, dessa vez o Juju vai se superar, contratando o Geninho, ele mesmo, que sempre perambulou por Portuguesa, Bahia, Atlético Paranaense e Sport Recife…. kkkkk

    Falando sério, acho que o Muricy não é a salvação do São Paulo, porém, com ele essa bagunça não estaria instalada no elenco, ou acham que a diretoria não tinha a mesma conduta que tem hoje, entre 2006/2009?

    Em Dezembro estaremos aqui amaldiçoando jogadores, pedindo dispensas, clamando por contratações e pedindo demissão do Ney Franco.
    Nada vai mudar até la, então se for mudar alguma coisa no São Paulo, que seja agora.

  3. Sou totalmente a favor da saída do Ney Franco. Este, por sinal, já demonstrou que não está preparado para treinar time grande.
    O Muricy seria uma boa opção. Treinador experiente, vencedor, líder, mas que já está desgastado e gosta de trabalhar com jogadores experientes, rodados, deixando a base de lado, que é o grande intuito do Tricolor. Outra opção, que não gosto muito, pela aproximação com um clube rival, seria Mano Menezes. Não sei se seria tão melhor ou tão pior que Muricy, mas acredito que daria pelo menos brio a equipe.
    Outra solução, que defendo, seria a contratação de um treinador estrangeiro, argentino de preferência, mas com uma condição de que dividisse o comando com um assistente brasileiro durante seis meses.
    Fora isso, não vejo muita coisa boa no mercado. Os treinadores brasileiros são muito fracos, pouco estudam e nada fazem de diferente, não inovam, apenas contam com a sorte de montar um time que de liga para ganhar o campeonato. “Dar liga” é um bordão muito usado pelo Muricy, diga-se.

  4. Só sei dizer que o Ney Fraco já provou QUE NÃO SERVE PARA O SÃO PAULO.
    Um técnico que depois de 4 meses de treinos e jogos ainda não tinha definido o time para o ano, não pode ser levado a sério. E até hoje não sabemos qual é o time titular do São Paulo.
    Pior ainda, o time não tem esquema, não tem jogada ensaiada e, principal, não tem vontade. Contra o Goiás terminamos o jogo com uma das formações mais bizarras.
    Antes, insistiu que Jadson e Ganso não poderiam jogar juntos. Está certo que Ganso alterna bons e maus momentos, mas ele insiste com Douglas que só alterna maus momentos. Por que? Um pode ter vários maus momentos e outros não?
    Não deu chances para Fabrício e deu uma infinidade de chances para Wellington e Denílson jogadores limitados, sendo que Denílson nem sabe marcar. Por que? Só pode ser porque jogadores novos não batem de frente com as besteiras feitas pelo técnico.
    Se é isso, é um técnico cagão que abre mão de um líder experiente com medo dele.
    Da mesma forma, insistiu com Rodolfo em fase ruim e deixou Tóloi no banco nas primeiras partidas do ano, até o time ter quase enterrado sua participação na Libertadores. Viu a besteira, corrigiu, e o time se classificou, mas em último e logo de cara pegou o mais forte da competição.
    Os atletas percebem isso e se desmotivam com a baixa capacidade de decisão e liderança do técnico. Para piorar, não tem respaldo e nem respeito das estrelas do time (e dos dirigentes).
    E o detalhe mais importante: não ganhou um jogo decisivo no ano, exceto aquele contra o Atlético no Morumbi na primeira fase, quando os mineiros já estavam classificados.
    Esse é, sem dúvida, O TREINADOR MAIS INEXPRESSIVO DO SÃO PAULO DOS ÚLTIMOS TEMPOS a ponto de fazer a torcida querer Muricy, um treinador de uma esquema só, que não gosta de trabalhar com a base e cansou de fazer a gente perder a Libertadores.

  5. Ney Franco já deu o que tinha que tinha dar, sou a favor de sua demissão muito mais pela sua conduta técnica, pela insistência em manter certos jogadores, certos esquemas táticos, sua teimosia em aceitar o óbvio, não vejo futuro promissor para o SPFC com ele no comando. Se vamos mudar, que seja logo, e não ficar postergando numa infindável sucessão de erros. Acho que até os atletas já desanimaram com ele.

    • E manda o tal de “Fabuloso” junto, pelo menos vai abrir espaço na folha de pagamento para contratar um atacante que pelo menos jogue!

  6. O problema com o técnico atual está na forma de conduzir o time, ou melhor, de não conduzi-lo.
    Independente da insegurança nas escalações que sugere ouvir muita gente para fazê-las, isso fica claro pela forma como defende seus argumentos quando algo vai mal, temos a aceitação, acredito que por imposição de Juan, como salvação da lateral esquerda, aceitação de contratações sem expressão para compor um elenco que carece de titulares, a insistência a bem pouco tempo atrás em improvisar jogadores em funções onde tinha no banco reservas da posição e por aí afora.
    Outro fator que a meu ver foi decepcionante, uma vez que quando da contratação deste técnico até pensei que poderia dar certo, é a má execução de fundamentos por parte do time, passes errados em excesso; chutes a gol quando executados, o que é raro, sem a mínima pontaria; escanteios com alto índice de erros e total falta de jogadas ensaiadas em cobrança de faltas ou bolas paradas, sem contar que o time não apresenta bom posicionamento sem bola, incrível para um time que, segundo seu técnico vem treinando constantemente e arduamente inclusive que ficou recluso por algum tempo e não resolveu nada.
    Mas uma das coisas que mais chamou atenção nos últimos dois jogos foi a formação escolhida para cada um deles, em MG contra um dos melhores times do campeonato 4x3x3 ofensivo, em casa contra um time fraco entrou com um lento e previsível 4x4x2, sem contar que no primeiro caso colocou um garoto sem a mínima estrutura emocional para um jogo de tanta responsabilidade.
    Por essas e outras vejo duas alternativas, que ele assuma definitivamente uma posição e diga por que e quem atrapalha o time que não consegue fazer o que ele propõe ou confesse sua incapacidade de fazer o time jogar por não dar uma diretriz definida aos jogadores.
    Cordiais Saudações Tricolores

  7. Acho que o Ney Franco precisa sair , ele teve várias chances este ano e não conseguiu fazer absolutamente nada , fizemos uma péssima Libertadores , ele ficou meses se gabando da liderança da fase de classificação do Paulistinha ( coisa que nao valia nada) Já que fomos eliminados de novo nas semi finais) Sabemos que seu relacionamento com o grupo não é bom , seu trabalho tem sido incoerente tem jogo que determinado jogador é titular no jogo seguinte nem no banco de reservas fica , exemplos Roni foi titular contra o Vasco , depois alguns jogos contra o Goiás nem na reserva ele estava presente , Lucas Evangelista de titular contra o Atlético MG em BH , contra o Goiás no Morumbi também nem pra reserva foi relacionado. Qual a segurança de um jogador com um comando desses??? é titular num jogo e no jogo seguinte nem sabe se vai pra reserva.

    Rodrigo Caio contra o Goias foi volante , zagueiro ,e terminou de lateral esquerdo absurdo…..

    Mais de qualquer forma com o sem Ney Franco precisamos de reforços de qualidade, renomados que cheguem pra jogar , chega de apostas tanto em jogadores como em treinadores precisamos voltar a pensar grande.

  8. Paulo Pontes:
    Pensando desta forma: “ruim com Ney, pior sem Ney” vou me expressar.
    Se o JJ me contratasse para treinador do SP, hoje, garanto que no final do brasileirão o time também teria entre 50 e 60% dos pontos conquistados. Pelo que a gente vê do time jogando é que: se há pressão da imprensa e da torcida o time, seja ele escalado do jeito que for, corre, se empenha e até ganha jogos. Basta ganhar alguns pontos e lá vem a modorra: saída lenta de bola; apenas dois atacando, o resto atrás da bola nunca chegando a entrar dentro da grande área do adversário; bolas paradas sendo erguida como em peladas na várzea; nenhuma passagem de laterais ou volantes pelas laterais (só vi, no último jogo, o Maicon tentando uma ou duas vezes sem sucesso por falta de costume); tomando gols de bolas alçadas em nossa área; enfim, quadro característico de ausência de treinamento sério e de falta de autoridade do treinador que prefere conviver com esta falta de comprometimento dos jogadores a tomar decisões que possam desagradar este ou aquele.
    O Ney pode ser muito sério e até acreditar que está, realmente, treinando o time da melhor maneira. O problema que a melhor maneira dele, como também eu seria capaz, não passa além de distribuir as camisas vermelhas ou amarelas no dia do treino. Erra constantemente na escalação, como contra o Galo e o Goiás; erra, quase sempre, nas alterações no decorrer dos jogos e, me parece que não tem ambição bastante para vencer com o SPFC (nisso eu ganharia dele).
    Por tudo isso, eu que não sou defensor de se viver trocando de técnico a cada temporada menos boa, sou favorável a sua demissão e contratação de novo treinador (menos o Murici). Qualquer um – não precisa ser dos de salário de seis dígitos, com personalidade forte, bom conhecimento do meio, sem “estrelismos” e com vontade de vencer pode mudar esse clima ruim que o time está vivendo neste momento. E o momento é agora, para aproveitar a parada do campeonato e se fazer uma boa temporada já com nova filosofia. Se a diretoria ficar esperando o time se distanciar da ponta da tabela de classificação, poderá ser tarde, como foi no ano passado.
    Tudo tem seu tempo. O do Ney já chegou. Acho que a diretoria vai esperar o jogo contra o Grêmio e, se derrotado, vai fazer a fila andar. Só que, em caso de um resultado razoável, vai estar adiando um problema e perdendo uma oportunidade.
    Oh, e avisa o JJ que, no meu caso, o salário pode ser igual ao do professor Raimundo do Chico Anísio: casa, comida e dinheiro pra “jardineira” . . .
    abraços
    PS: repeti o comentário por te-lo escrito fora de lugar, no seu editorial, só depois vi a “Opinião . . .

    • Comentário perfeito…apoio e somente acrescento a falta de liderança do Ney. Sem tato e vendo sua liderança em check, ele bateu de frente com Rogério, depois com Fabricio e mais tarde com Lucio. Portanto, lhe falta personalidade de lider! Lamento Paulo, mas faço côro com aqueles que querem o Ney fora!!!

      • canbada d gente safada esta diretoria contratando so cara fraco e mandando imbora gente q nauh tem nem uma culpa CORTES FABRICIO WILHAM JOSE AROUCA DAGOBERTO VAMOS VOLTAR AO PASSADO OLHA OS FERA Q A DIRETORIA MANDOU TIRA A DIRETORIA JA

  9. Hoje vivemos uma ditadura no clube, talvez sempre tenha sido desta forma, porém as vitórias esconde muitas coisas …. Ney Franco é torcer para ele achar novos Lucas, 1,2,3 isso que parece que está esperando a diretoria, Muricy é chegar e colocar o time para ser competitivo, fomos vencedores das 2 formas …. revelando e contratando, precisamos aprender a trabalhar no meio termo, acho que parece ser a forma mais equilibrada. São Paulo Futebol Clube acima de tudo ….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.