O Corinthians vem aí, e São Paulo ainda não repetiu ataque em 2015

Agora é oficial. Na próxima quarta-feira, pela primeira vez na história, Corinthians e São Paulo se enfrentam pela Libertadores, no Itaquerão. O assunto dominou o noticiário no Morumbi nos últimos dias, mesmo às vésperas de um clássico contra o Santos. Muricy Ramalho deixou escapar que utilizava os primeiros jogos contra o Paulista como preparação do time para o confronto histórico; apesar disso, ainda não repetiu uma dupla de ataque titular na temporada.

Na última quarta-feira, após vitória sobre o XV de Piracicaba, Muricy até se irritou com os jornalistas: disse que não adiantava dar mais jogos a Alexandre Pato, se ele, por contrato, não poderia jogar contra o Corinthians,detentor dos seus direitos econômicos. Confessou também que o confronto da próxima quarta é o mais importante neste começo de temporada.

“Estamos achando o time ainda, precisamos repetir mais, pensar na Libertadores, que o grande objetivo”, disse. Em seguida, contra o Santos, repetiu quase todo o time, mas sacou Pato. O ataque mudou pela quarta vez em quatro jogos na temporada.

Na estreia, a formação escolhida teve Alan Kardec e Luis Fabiano. O primeiro teve atuação apagada, enquanto o segundo marcou um dos gols na vitória por 3 a 1. No jogo seguinte, contra o Capivariano, o camisa 9 foi poupado: Pato marcou três vezes, e deu um passe para Kardec marcar o seu.

Mesmo com a goleada, o setor ofensivo foi modificado para a partida diante do XV de Piracicaba: Pato continuou, mas ao lado de Luis Fabiano: o camisa 11 não brilhou, mas o centroavante sofreu um pênalti e marcou um gol. No clássico contra o Santos, a quarta dupla: o Fabuloso mantido, ao lado do garoto Ewandro.

Presente em três dos quatro jogos, Luis Fabiano chega perto do confronto mais importante do ano até agora como o único titular do ataque são-paulino. Com Pato impedido de enfrentar o Corinthians, a tendência é de que o ataque de quarta tenha Kardec ao lado do camisa 9: a não ser que utilize essa dupla diante do Bragantino, no sábado, Muricy vai utilizar um ataque que só atuou junto uma vez na temporada, e não rendeu o esperado: Kardec não foi bem como segundo atacante.

No sábado, Muricy  escalará como titular o argentino Ricardo Centurión: é do reforço que pode sair a alternativa para enfrentar o Corinthians. Jonathan Cafu praticamente não teve chances até agora, e não começará como titular em um clássico tão importante; o garoto Ewandro, de apenas 18 anos, também não.

Centurión é meia, mas atua pelos lados do campo. Com ele, Muricy pode escalar o time em um 4-2-3-1, com Michel Bastos de um lado, o argentino de outro e Luis Fabiano na frente. O sábado será o último passo para uma definição.

Independentemente da dupla que comece jogando na quarta, a condição física dos jogadores, a chegada tardia de reforços e a situação de Pato impediram Muricy Ramalho de afiar a ponta de seu setor ofensivo antes do histórico clássico.

 

Fonte: Uol

Um comentário em “O Corinthians vem aí, e São Paulo ainda não repetiu ataque em 2015

  1. Qual vai ser a desculpa do rei do morre morre incompetente?

    Treinar “rachōes” não vai fazer um time ser campeão.

    Tecnico em fim de carreira, mais uma ano perdido com esse enganador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*