“O adversário do São Paulo ainda é o São Paulo”, diz Petros

Sempre muito contundente, Petros voltou a dar a cara à tapa após a dolorosa derrota do São Paulo para o Coritiba no Morumbi lotado. A todo custo, o volante recém chegado tentou manter o otimismo quanto ao futuro da equipe, que retornou à zona de rebaixamento, e foi enfático ao apontar o principal obstáculo do São Paulo nesse Campeonato Brasileiro.

“O adversário do São Paulo ainda é o São Paulo”, cravou. “Já no primeiro tempo foram pelo menos três oportunidades criadas e o Coritiba não aguentaria. E um pênalti que a gente não sabe se foi dentro ou fora da área, um lance que acontece 50 vezes durante uma partida, mas o futebol não lhe permite o luxo de mudar o pensamento”, comentou, sem esconder a preocupação com a quebra da sequência de três jogos de invencibilidade.

“Só com a sequência de vitórias você começa a ter mais confiança, a fazer mais coisas que, fora da pressão, são normais. E, no meu ponto de vista, você precisa encaixar três, quatro vitórias para dar o salto”, opinou.

No próximo domingo, o Tricolor Paulista visita o Bahia na Fonte Nova e, diante do revés em casa nessa quinta, Petros não esconde a necessidade de buscar os três pontos longe de seus domínios.

“A gente fez outra partida muito boa, a gente propôs o jogo desde o começo, a gente quase consegue empatar o jogo no segundo tempo, a gente cria, joga como o Dorival quer, mas os resultados não vêm, e isso traz a desconfiança”, comentou, sempre depositando toda sua confiança em uma reviravolta.

“(O time) tem força e a gente mostrou nos contra os últimos três adversários (Vasco, Grêmio e Botafogo). Agora tem o Bahia e a gente tem que dar a volta por cima. Não tem tempo para lamentar, tem que ouvir o Dorival, também não tem tempo para treinar, mas a gente vai ter que chegar lá e trazer o resultado positivo”, avisou.

Assim como o jogo dessa quinta, o duelo de tricolores em Salvador será, mais uma vez, um confronto direto contra a zona da degola. O Bahia soma 20 pontos e é a primeira equipe fora do Z-4. Logo abaixo, em 17º, está do São Paulo, com 19 pontos. O Coritiba, na posição que os são-paulinos se encontram nesse momento, saltou para a 12ª posição, com 22 pontos.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

2 comentários em ““O adversário do São Paulo ainda é o São Paulo”, diz Petros

  1. Os maiores adversários do SPFC:

    Leco
    Pinotti
    Renan Ribeiro
    Bruno
    Buffarini
    Marcinho

    Ainda em tempo: FORA RENAN, FORA BRUNO, FORA MARCINHO (2x CADA)

  2. Petros… fale menos e jogue mais. Basta de discurso. Você ainda está devendo. Não foi contratado para ser o orador da turma. Você tem é que proteger mais a defesa, coisa que não tem feito com aplicação. Chegou com muito nome e pompa e, até agora, nenhuma atuação que tivesse sido convincente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*