Números mostraram a evolução de Ganso em 2014

A temporada de 2014 mostrou, também nas estatísticas, que o Maestro Paulo Henrique Ganso segue cada vez mais efetivo e importante para o Tricolor. O jogador, que recebeu a camisa 10 no início do ano após a saída de Jadson, mostrou que as lesões definitivamente não o atrapalham mais e conseguiu ser decisivo ajudando o time são-paulino com assistências – sua marca registrada – e gols.

Assim, os números deste ano superaram os de 2013, quando marcou cinco vezes e deu 12 passes certeiros para gols. Em 2014, foram nove gols do meio-campista, que ainda deixou 12 vezes os companheiros em condições de marcar – atrás apenas de Osvaldo, que deu 14 assistências. O camisa 10 foi também o atleta de linha do São Paulo que mais atuou na temporada, presente em 62 jogos – sendo titular em 58.

“Foi um ano muito bom. Claro, a gente queria conquistar títulos, mas ao menos um dos objetivos foi alcançado, que era uma vaga na Libertadores de 2015. Além disso, fico contente pelos meus números de jogos e qualidade também”, acrescentou o armador, que ao lado de Kaká, Michel Bastos, Alan Kardec, Alexandre Pato e Luis Fabiano formou um dos setores ofensivos mais completos do futebol brasileiro em 2014.

Campeão da Copa Sul-Americana pouco depois de chegar ao clube, em 2012, o meia quer garantir novas alegrias aos torcedores e conquistar mais troféus no Tricolor. E para que isso aconteça, Ganso já projeta a temporada 2015. Ciente das adversidades que o São Paulo irá encontrar pela frente, o Maestro aposta na experiência do elenco.

Em uma das chaves mais disputadas da Libertadores, o Grupo 2, o Tricolor terá a companhia do atual campeão do torneio, o San Lorenzo-ARG, e do campeão uruguaio, o Danubio, além de um clube a ser definido (Corinthians ou uma equipe colombiana).

“A Libertadores é uma competição muito difícil, mas não só com a minha experiência, mas de todo o grupo, temos condições para trazer o troféu para a nossa torcida”, finalizou o craque são-paulino, que em 2011 foi campeão do torneio com o seu ex-clube, o Santos, sob o comando do técnico Muricy Ramalho.

 

Fonte: Site Oficial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.