Ceni troca pelada de fim de ano por foco em preparação para 2015

Pela primeira vez em sete anos, Rogério Ceni não disputará a tradicional pelada de fim temporada com os amigos em Sinop (MT), onde cresceu e começou a carreira no futebol. Ele avisou que ficaria menos tempo na cidade onde ainda moram alguns de seus familiares, e o evento então não será realizado.

Segundo Júlio César Lobo, o Biro, responsável por organizar a partida no Municipal Massami Uriu (estádio conhecido como Gigante do Norte), o goleiro entrou em contato na terça-feira passada e sugeriu que o jogo fosse na quinta, pois viajaria aos Estados Unidos no dia seguinte. “Mas aí ficaria muito em cima da hora”, explicou o também ex-jogador do Sinop.

Dividir as férias entre Sinop e Miami (EUA) já é uma tradição do ídolo são-paulino. Neste ano, no entanto, o jogador passou antes na fazenda da família, em Santa Carmem, cidade próxima a Sinop. Da última vez, ele foi para Mato Grosso na última semana de 2013 e participou do jogo beneficente em 30 de dezembro – como de costume, atuando na linha e não debaixo da trave.

Divulgação

No ano passado, goleiro são-paulino participou de jogo beneficente em Sinop, em 30 de dezembro

Mas, para Biro, a definição em cima da hora de não se aposentar e prorrogar mais uma vez seu contrato também dificultou. “Ficou um ‘resolve ou não resolve'”, lembra o amigo, que só conseguiu falar com Ceni no meio da semana passada.

A agenda do goleiro nestas férias está realmente mais cheia. Antes de deixar o CT da Barra Funda pela última vez no ano, ele se reuniu com alguns membros da comissão técnica do São Paulo e solicitou programação individual de trabalho, a fim de ganhar mais massa muscular. Elaborada sob encomenda pelo fisiologista Rogério Neves, a cartilha inclui, além de academia, também uma dieta com mais refeições por dia.

A ideia de se reapresentar mais forte e ágil na pré-temporada, em 8 de janeiro, não é em vão. Prestes a completar 42 anos, Ceni quer muito conquistar a Copa Libertadores pela terceira e provavelmente última vez na carreira. Ele já foi campeão em 1993 e 2005.

“A perspectiva é boa para 2015. A gente aguarda logicamente a chegada de um ou outro jogador, porque tem a saída especialmente do Kaká, mas este é um grupo que me dá prazer de encontrar e trabalhar todo dia”, falou o camisa 1, recentemente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.