Novo revés ratifica fantasma e confirma desempenho pífio do São Paulo em ‘mata-mata’

A derrota do São Paulo para o Coritiba vai ser duas vezes mais difícil de ser digerida pelo torcedor, pois além de passar mais um ano com jejum na Copa do Brasil, o revés comprova o desempenho pífio recente do Tricolor em competições de ‘mata-mata’, que se tornaram um fantasma no cotidiano no clube.

O último torneio nesta configuração vencido pelo São Paulo foi o Mundial de 2005, contra o Liverpool no Japão. De lá para cá, o clube tricolor colecionou 17 fracassos em diferentes competições: Paulistão (seis), Libertadores (cinco), Sul-Americana (três), Copa do Brasil (dois) e Recopa (um).

O que serve de conforto ao torcedor são-paulino é lembrar que depois de 2005, o clube conquistou três títulos importantes pelo Brasileirão, competição que desde 2003 é disputada em pontos corridos.

Acostumado a disputar Libertadores (ao lado do Santos, é o brasileiro que mais venceu a competição), o São Paulo tem colecionado fracassos na Copa do Brasil contra adversários de menor expressão: em 2011, perdeu para o Avaí nas quartas. Neste ano, o revés foi nas semifinais contra o Coritiba.

“Eu posso garantir para o torcedor, com o clima que vi agora, a força de vontade, o sofrimento, a forma como levaremos a derrota para casa, que eu tenho certeza que todas as mudanças que fizemos tivemos êxito, mas não nos resultados. Esse sofrimento que vimos agora vai se transformar em alegria”, prometeu o diretor de futebol Adalberto Baptista.

A última chance neste ano que o São Paulo terá de reverter este quadro incômodo é pela Sul-Americana, que começa no segundo semestre. O clube também disputará o Brasileirão no mesmo período.

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*