Nova filosofia: técnico do São Paulo terá missão de transformar ataque

O São Paulo mais uma vez suou para balançar as redes de seu adversário. Na derrota para o Atlético, por 2 a 1, no Morumbi, na última quinta, no Morumbi, Edgardo Bauza fez o que podia no setor ofensivo. Com quatro atacantes, no entanto, conseguiu no máximo consagrar Victor, que fez ótimas defesas.

As chances desperdiçadas incomodam desde o começo da temporada. Quando começou seu trabalho, em janeiro, Patón deixou claro que a maior preocupação era acertar a defesa.

Diante da ineficiência no ataque, o técnico disse em suas últimas entrevistas que o próximo passo seria acertar da metade para a frente. Bauza, no entanto, não terá mais tempo para isso. A derrota para o Galo foi sua última partida no comando do São Paulo. O que vem pela frente?

Nesta quinta-feira, o presidente Leco afirmou que tem pressa para definir o substituto de Patón. Enquanto isso, o Tricolor será treinado por André Jardine, atual técnico do sub-20. De cara, a preocupação é a mesma: melhorar o rendimento na frente.

Em 18 jogos, o São Paulo fez apenas 19 gols no Campeonato Brasileiro. Na tentativa de melhorar os números, a equipe do Morumbi terminou as duas últimas partidas com quatro atacantes em campo. Pouco adiantou. Apesar das chances criadas, faltou qualidade para colocar a bola na rede mais vezes.

Para dificultar o trabalho, o setor foi desmontado nas últimas semanas. Calleri, Kardec e Ganso deixaram o clube – Rogério já havia saído. A transferência de Centurión é iminente. Ytalo se machucou e não joga mais esse ano.

Com as peças que tinha em mãos, o defensivo Bauza fez pouco. O novo treinador conseguirá implantar nova filosofia e transformar o ataque?

 

Fonte: Globo Esporte

8 comentários em “Nova filosofia: técnico do São Paulo terá missão de transformar ataque

  1. Para mim o problema eh do técnico !!!!
    Na zaga eh Maicon e Lyanco!! Lugano sempre foi bom zerifao, mas sempre foi lento, por isso o Muricy jogava com 3 zagueiros….. Ele eh bom pq quer o bem e não deixa ninguém mandar….
    Thiago Mendes eh bom primeiro volante e não segundo….. Ele o Hudson disputam vaga…..
    João Schmidt sim eh 2º volante…..
    Mena eh muito lento, serve para ser reserva….. Acho q o Michel Bastos seria melhor para o time como LE…..
    Bruno eh bom sim, mas esse Bufarini eh melhor !!
    Wesley nem no banco fica !!!
    Daniel eh meia e não ponta !!!
    E não adianta coloca 4, 5, 6 atacantes, mas tem ter coordenação, entrosamento…..
    Não vai fazer gol em time bem montado desse jeito !!!!
    Espero q o Jardine faça um bom trabalho!
    Mas foi como disseram… O problema eh queimarem ele (os medalhões e principalmente os empresários)…..

  2. Essa busca por técnico vai acabar como a novela da contratação do Maicon, que deixou para a última hora. No caso do técnico, vai deixar para quando faltar uma rodada, o time na zona de rebaixamento, e vão contratar um luxemburgo (valei-me), abel (valei-me tb), para tentar salvar.
    Todos que estão lá tem que dar o fora já, se não for pela votação, que seja por “amor” ao clube.

    O planejamento tem que estar pronto logo e não deixar para o início do ano. Negociar logo M Bastos, Wesley, Bruno, Carlinhos, dispensar Mena, aposentar Lugano e contratar logo.

  3. Essa diretoria do sao paulo é muito amador e infantil pois que o Paton ia embora faz tempo ja sabia nao sabia quando a falta de planejamento no tricolor é espantoso, agora corre atras de um novo treinador que pode ser um meia boca pq nao tem nada melhor disponivel, trazer outro estrangeiro é dar um tiro no pé e rebaixar o time para segunda.
    Falam do Jardine, pode ser uma boa no primeiro momento como interino, vai ganhando experiencia, mas a diretoria tem que dar respaldo para que ele possa fazer uma limpa nesse elenco, colocar todas essas laranjas podres o banco e se nao quiserem arrumar um outro time de fora de preferencia e vender ou trocar, pq ja deu, Michel, Wesley etc, e o Lugano deixa ele no banco pq como titular esta comprometendo totalmente a zaga, ja nao bastava o R Caio ser meia boca mas é jovem, agora o Lugano que nao acerta um.
    Eu fico temeroso por colocar ele sem esse respaldo pq as cobras do time vao devora-lo, queima-lo e esta fazendo um otimo trabalho na base.

  4. O Jardini já provou que é competente, deu uma boa sacudida no pessoal que não ganhavam nada ha alguns anos e passaram a ganhar tudo, então porque não uma chance. O problema dele é que não deve ter padrinho e com isso respaldo. Vamos aguardar e ver no que dá, posso estar errado é só uma intuição.

  5. A pressa do Leco para definir o novo treinador é bem subjetiva. Faz pelo menos uns 20 dias que ele já sabia que o Patón sairia. Acho que ele acha que a 6 pontos do Z4 e sem vencer há 5 jogos é natural… Os advogados que me desculpem, mas como advogado que é o Leco gosta mesmo é de protelar, de empurrar com a barriga, de pedir vistas no processo. Faz parte né? Lamentável….

  6. Cade o tal do zagueiro Douglas q trouxeram o cara nao estreia nunca ,Lugano nao tem mais condicoes,fora os outros ne Michel,wesley,o proprio mena é bem fraquino,esse Thiago mendes é um chove nao molha danado tbm,com tanta gente assim pra atrapalhar nao vamos a lugar nenhum .
    Essa diretoria tartaruga nao consegue acertar nas contratacoes mesmo ta loco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*