Notas dos jogadores

Renan: inspira toda a minha confiança para ser o substituto de Rogério Ceni. Sum culpa no gol. 8,5

Bruno: boa partida, na defesa e nas descidas ao ataque. 7

Rafael Tolói: foi bem, até a lambança a entrada do terceiro zagueiro. 6

Dória: foi bem até a lambança da entrada do terceiro zagueiro. 6

Carlinhos: vem crescendo e justificando sua conttratação. 7

Hudson: boa partida até a entrada do terceiro zagueiro. 6

Souza: o melhor em campo. 9

Ganso: altos e baixos, mas sempre bom passes precisos. 6,5

Michel Bastos: foi bem, apesar dos gols perdidos. 7

Thiago Mendes: imprimiu boa velocidade pela esquerda, mas sempre falta o algo a mais. 6

Pato: marcou dois gols anulados, um deles injustamente. 6

Edson Silva: não tem a menor ideia do porquê ter entrado. 3

Centurion: corre, correu e correu, mas não é centro-avante. 4

Juan Carlos Osório: responsávei direto e único pelo empate com o Avaí em casa, com erro grotesco nas substituições. 2

 

Paulo Pontes

18 comentários em “Notas dos jogadores

  1. São-paulino é uma água:reclama demais, cobra perfeição demais.O erro foi ter tirado Thiago Mendes e matado nosso contra-ataque e também tirar Pato e deixar o time sem atacante fixo no meio.A falha no gol foi do Tolói, que JÁ ESTAVA EM CAMPO.O gol de empate nada tem a ver com os 3 zagueiros, já que estávamos sendo sufocados antes! Mas é válida a crítica de que Osorio diz que defender bem é defender pouco, e defendemos MUITO nos ultimos dois jogos! Não esqueçamos que o esquema é novo mas com jogadores “velhos”, ainda do elenco do Muricy.

  2. tb concordo que o erro de substituicao custou 2 pontos, e sera possivel com pouco tempo nao deu para ver que Edson Silva nao serve nem para ser reserva, tudo bem que a culpa nao foi dele, mas foi responsavel indireto, pois a sua ruindade passa para o time inteiro, depois que ele entrou o time morreu.
    Que esses erros nao aconteçam de novo senao ja era de novo o campeonato brasileiro, o ano passado foi assim com pontos bobos perdidos em casa que foram muitos.

  3. Deu para ver o quanto o criticado do Denilson vai fazer falta no setor defensivo desse time pois era quem mais fazia a cobertura tanto na lateral direita como no miolo de zaga sem falar na saída de bola no qual era um dos melhores passadores do time(e só.ver as estatísticas dele e do time)

  4. Pato: marcou dois gols anulados, um deles injustamente. 6

    Na verdade, no “gol” que foi anulado corretamente, ele chutou a bola para fora, não chegou a ser gol.

  5. Calma gente, Osório está em fase de experiências, precisa testar o que funciona ou não em relação ao material humano que dispõe. Com certeza ele já viu o que todos nós vimos e não vai repetir o “erro”.
    Agora julgarmos a entrada de um único jogador como consequência do empate, então fica a pergunta, e os outros 9 ?

  6. O Osório foi muito mal nas substituições. Além de recuar o time com a entrada do Edson Silva parece ter pretendido fazer média com a torcida promovendo a entrada do Centurion, atacante que demonstrou não ter a menor ideia de como enfrentar uma linha de impedimento.

  7. Osório, o responsável direto e único pelo empate? Discordo. O time todo caiu de rendimento após o nosso gol. O técnico colocou o 3° zagueiro, era para liberar os laterais mas quem disse que o carlinhos cumpriu esse papel? E o ganso que sumiu do jogo? O michel que se acha “craque” mas erra passes laterais? e sem falar do toloi que sempre dá um jeito de colocar tudo a perder? Olha teríamos conseguido o resultado se não fosse a “lambança” da defesa.

    • Aline, uma pergunta:
      Por que mexer no que está dando certo? Só para se colocar?
      O time vinha bem; era o momento (o tal dos 5 minutos que o Osório nos ensinou) que o Avai teria que se abrir e o SP poderia matar o jogo. O acontecido seria tolerável se fosse o contrário: o Avaí ter feito um gol e se retrancar mais ainda. Mas o SP; jogando em casa; não dá para não criticar…

      • Mas Paulo, você não acha que poderia acontecer do Avaí se abrir, vir pra cima, dar pressão, marcar o gol e mesmo sem a alteração não conseguirmos matar no contra-ataque?
        Aí estariam reclamando que o Osorio errou em não mudar e reforçar a defesa, não concorda?

  8. Tb não entendi nada. O homem prega o futebol no ataque e, após marcar o primeiro gol, no momento que o time teria espaço para marcar mais, saca um meia e coloca mais um zagueiro. Contra o Chapa, na semana passada, também postou o time na defensiva e teve a felicidade de sair com 1 a 0 – para quem prega o futebol ofensivo muito pouco, comparando as capacidades técnicas entre os elencos dos times. Hoje, nota 2 até que foi boa. Espero que a ação acompanhe a teoria pregada pelo nosso técnico…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.