Nos pênaltis, Tricolor perde disputa pelo 3º lugar na Libertadores sub-20

Atual campeão da Libertadores sub-20, o São Paulo entrou em campo na tarde deste sábado para a disputa pelo terceiro lugar da competição, contra o River Plate-URU, no estádio Centenário, em Montevidéu. Após sair atrás na etapa inicial, o Tricolor buscou o empate aos 44 minutos do segundo tempo, porém, nas cobranças de pênalti acabou levando a pior (5 a 4), já que Pedro Oliveira desperdiçou uma das batidas, enquanto os rivais tiveram 100% de aproveitamento na marca da cal.

Ainda neste sábado, o estádio Centenário receberá a grande final da Libertadores sub-20. O Nacional, do Uruguai, e o Independiente del Valle, do Equador, serão os responsáveis pela decisão do torneio, que está em sua quarta edição.

São Paulo não foi feliz nas penalidades e acabou amargando o quarto lugar no torneio continental (Foto: Conmebol/Divulgação)

O São Paulo começou melhor o jogo, entretanto, por mais que tenha criado as primeiras chances de gol, foi o River Plate-URU quem abriu o placar. Aos 20 minutos, Cristian Martin tratou de esfriar os ânimos dos jogadores tricolores, vencendo o goleiro Júnior e colocando os uruguaios à frente no marcador.

Daí em diante o São Paulo buscou o empate, mas não conseguiu ser efetivo nas conclusões. Desta maneira, os comandados do técnico André Jardine tiveram de ir para o intervalo em desvantagem. No segundo tempo, a tônica da etapa inicial se repetiu, contudo, antes do apito final, aos 44 minutos, o Tricolor conseguiu se redimir.

Anthony, pela esquerda, jogou a bola na área, que passou na frente de Toró, mas não por Walce, no segundo pau. O zagueiro apareceu nas costas da marcação e cabeceou certeiro, sem chances ao goleiro rival. Nos acréscimos, o São Paulo ainda teve a oportunidade de virar o jogo, porém, Anthony, autor da assistência que resultou no primeiro gol do Tricolor, não conseguiu desviar para o fundo das redes.

Assim, a disputa pelo terceiro lugar da competição teve de ser decidida nas cobranças de pênalti. Apesar de todo o esforço dos são-paulinos ao longo dos 90 minutos, foi o River Plate-URU que acabou assegurando um lugar no pódio ao converter todas as penalidades e contar com a defesa de seu goleiro no arremate de Pedro Oliveira.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*