No Dia das Mães, Muricy quer vitória para homenagear a sogra fanática

É popular no Brasil brincadeiras maldosas com a figura da sogra. Não para Muricy Ramalho. A dele tornou-se uma espécie de segunda mãe. E será homenageada caso o São Paulo vença o Corinthians neste domingo, às 16h, na Arena Barueri, pelo Campeonato Brasileiro. O jogo terá transmissão em tempo real pelo LANCE!Net.

– O Dia das Mães é feliz por causa da minha esposa e da minha sogra. Não tenho mais mãe, não pode ser completo de felicidade, mas por essas duas pessoas, é muito legal esse dia. Se vencermos, com certeza será para elas – diz Muricy.

Não é para menos. Dona Neusa, 77 anos, a sogra, virou uma torcedora símbolo do genro. Ela é sócia do São Paulo e vai a todos os jogos no Morumbi. Hoje, ficará na torcida de casa, reunida com a família. enquanto o genro, como de costume, estará no batente, tentando trazer a vitória de presente.

– Só vai faltar ele. Mas vamos assistir ao jogo e a vitória – afirma Dona Neusa, com ar de confiança.

A relação é antiga. Ela contou que o conheceu com 13 anos. Na época, Muricy morava na vizinhaça e começou a namorar a filha de Neusa, Rose, ainda no colégio.

– Como não tive filhos, só três filhas, meu genro é um filho para mim. É muito respeitador, também respeito ele e vivemos assim há 34 anos – comemora a mãezona.

– Ele tinha só 13 anos. O pai dele o levava com o irmão para os treinos no São Paulo. Acompanhei toda a carreira dele. Ele e minha filha cresceram juntos. Minha filha casou com 22 anos – completa.

A relação é tão longa que Muricy não consegue apontar um jogo especial no Dia das Mães. Certamente, foram muitos. Mas ele não precisa ir muito longe para encontrar inspiração. A história recente do São Paulo contra o Corinthians na data especial é muito favorável.

Em 1998, o Tricolor conquistou o título do Campeonato Paulista sobre o rival. O duelo ficou marcado pela volta de Raí, que jogou muito. Já em 2005, vitória massacrante por 5 a 1, no Pacaembu (ao lado).

Se o tabu for mantido, Muricy fará os são-paulinos felizes. Entre eles, uma torcedora fiel e otimista.

– 2 a 0 – aposta Dona Neusa.

 

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*