Ney reprova quatro gols, mas desconta um por “erro grotesco” do juiz

Ney Franco admitiu os erros de sua equipe, que levou quatro gols do então lanterna Atlético-GO no Serra Dourada nessa quarta-feira, questionando principalmente o sistema defensivo pela derrota por 4 a 3. Mas tentou minimizar a derrota com o contestável pênalti dado aos anfitriões e que gerou o segundo gol rubro-negro nesta quarta-feira.

“No jogo, já percebi que não tinha sido pênalti. Então um dos gols tem que ser eliminado por um erro grotesco da arbitragem na minha visão”, reclamou o treinador do São Paulo, citando a jogada em que Eron caiu na grande área após leve choque com Douglas, no primeiro tempo.

Se amenizou em relação ao pênalti convertido pelo goleiro Márcio, o comandante não aliviou para os zagueiros. Marino abriu o placar subindo sozinho após cobrança de falta de Marcos, lateral direito que também cruzou para Patric, com facilidade, fazer 3 a 0. A derrota parcial por 4 a 1 foi definida em bola perdida por Cortez que chegou aos pés do livre Wesley após carrinho mal dado de Rhodolfo em Patric.

Rubens Chiri/Site Oficial SPFC

A defesa composta por Rafael Toloi e Rhodolfo, além de Edson Silva no primeiro tempo, sofreu com os erros de Cortez

“Foram dois gols de bola aérea. Nossa equipe tem potencial pelo alto, quase não tomamos gols assim e trabalhamos em cima disso”, apontou Ney Franco, bravo principalmente com o primeiro gol. “Tivemos um momento de desatenção na marcação. O número 5 (Marino) tinha uma definição de quem o marcaria e ele não foi marcado.”

As outras oportunidades criadas por uma equipe que só venceu pela segunda vez no torneio nesta quarta-feira irritaram porque o técnico do Tricolor até abriu mão de seu preferido 4-2-3-1 para apostar no 3-5-2, esquema mais adequado ao elenco segundo o coordenador técnico Milton Cruz. “Uma equipe com três zagueiros e bem protegida não pode tomar quatro gols”, indignou-se Ney Franco.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*