Ney mantém esquema ofensivo e fala em jogo-chave para o São Paulo

Quinto colocado, com 39 pontos. Para seguir na cola do G-4 do Campeonato Brasileiro, o São Paulo atuará novamente com esquema ofensivo, desta vez na partida de domingo, contra o Cruzeiro, no estádio do Morumbi. O técnico Ney Franco confirmou nesta sexta-feira a manutenção do esquema 4-3-3 e explicou que, mesmo com Douglas e Cortez, que não são bons marcadores, o time poderá ter segurança defensiva.

– É muito simples. A defesa sempre se defende com pelo menos quatro homens. O Denilson fica fixo à frente dos zagueiros. Quando o Douglas sai pela direita, o Cortez obrigatoriamente tem de recuar e virar um terceiro zagueiro. O mesmo ocorre com o Douglas quando o Cortez avança. Isso não tem segredo, com treinamento e repetição, você ajusta as coisas – afirmou o comandante são-paulino.

Apesar dos desfalques dos quatro atletas que foram convocados para a seleção brasileira (Rhodolfo, Jadson, Lucas e Luis Fabiano), o treinador comandou muitos trabalhos táticos, exigindo marcação forte desde a saída de bola da defesa adversária e saída rápida para o contra-ataque.

– Quando conseguimos aplicar nos jogos a nossa proposta de treino, o time sempre teve boa participação. Para funcionar, a marcação precisa ser agressiva. Foi assim contra o Botafogo, Sport e Flamengo. Pelo que realizamos nos treinamentos, acredito que conseguiremos repetir o que foi desenvolvido contra a Portuguesa – disse Ney.

O treinador diz que a vitória é fundamental neste domingo porque, além da equipe jogar em casa, o Vasco, que ocupa a quarta posição na tabela da competição, com 43 pontos, joga fora de casa contra a Ponte Preta.

– Para nós, esse jogo é a chave para encostar de vez no G-4. O Vasco tem um jogo difícil fora de casa contra a Ponte Preta – ressaltou.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*