Ney Franco vê excesso de erros individuais na sequência negativa do São Paulo

O São Paulo caiu na tabela de classificação no Campeonato Brasileiro após três derrotas seguidas – está na oitava colocação, com 25 pontos – e o técnico Ney Franco admitiu que o excesso de erros individuais e a indisciplina dos jogadores têm atrapalhado a equipe na tentativa de deslanchar na competição.

“Estamos falhando muito e estamos observando as falhas. Temos que achar as soluções e dividir as reponsabilidades. Quando a falha é tática, é do treinador. Se for técnica, é dos jogadores. E temos errado mais individualmente, já que fizemos bons jogos taticamente com os mesmos jogadores, atuando fora ou em casa”, analisou Ney Franco.

Na análise do treinador tricolor, o time jogou bem apesar das derrotas para Fluminense e Grêmio. Porém, Ney deixou claro que não gostou da atuação da equipe no tropeço para o Náutico, na última quarta-feira.

“Perdemos para o Grêmio, mas tivemos muita força de criação. Antes, ganhamos do Flamengo e do Sport. Depois, contra o Náutico, tivemos muitas falhas na parte técnica, também em função do campo”, afirmou o treinador.

O excesso de suspensões por cartões amarelos é outro ponto negativo detectado pelo treinador. Para o jogo contra a Ponte Preta, às 21h, pela 18ª rodada do Brasileirão, Ney Franco não terá Rhodolfo. No total, o treinador tem seis jogadores pendurados e pode perder ainda mais atletas para o clássico contra o Corinthians.
Cortez, Douglas, Jadson, João Filipe, Luis Fabiano, Paulo Miranda e Rodrigo Caio estão pendurados.

Nas partidas contra Náutico e Bahia, a última pela Copa Sul-Americana, Ney foi obrigado a modificar a equipe ainda no primeiro tempo após João Filipe e Rodrigo Caio, respectivamente, serem advertidos com cartão amarelo.

“É algo que preocupa sim em um momento de irregularidade da equipe. Agora que zerou os cartões do Toloi, os do Rhodolfo, temos que evitar alguns cartões que consideramos bobos. Estamos cobrando essa redução.

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*