Ney Franco mantém esperança em ter Vargas e admite não ter plano B

Apesar de Juvenal Juvêncio, presidente do São Paulo, dizer que está fora da negociação por Eduardo Vargas, o técnico da equipe, Ney Franco, ainda mantém a esperança de contar com a chegada do chileno para reforçar o elenco do time em 2013.

Em entrevista coletiva concedida nesta terça-feira em Cotia, o comandante são-paulino afirmou que ainda não ouviu da diretoria de que o negócio estava encerrado e também admitiu que ainda nem tem plano B caso o jogador acabe acertando com o Grêmio.

“A gente tem um grupo qualificado e me dá tranquilidade para iniciar a temporada. Mas ainda não temos o elenco fechado. A informação que tenho do Vargas é de que ainda a situação não é definitiva. Só sei que está com dificuldade. Sei que para o resto do ano precisaremos de um atacante pela beirada”, disse ele, para depois explicar o motivo de não ter uma segunda opção.

“Enquanto não for realmente definido se vem ou não, a gente fica na expectativa. Se o negócio não der certo, entenderemos a decisão da diretoria, porque o Napoli já voltou três vezes na negociação, mesmo que ela já tenha dado como certa. Não vamos ser refém de nenhum jogador”, explicou o comandante. “Hoje nós não temos nenhuma outra opção no mercado. Não temos nenhum outro nome para contratar”.

O Grêmio considera esta terça-feira como o dia “D” para fechar a contratação de Vargas. Ao mesmo tempo, o diretor esportivo do Napoli, Ricardo Bigon, afirmou que o negócio para o empréstimo do jogador já está fechado e será de seis meses. Apesar disso, ele não revelou o destino. Na última segunda-feira, em entrevista ao UOL Esporte, o pai do jogador, Eduardo Vargas, cravou que o seu filho jogará, com certeza, no Brasil.

 

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*