Ney Franco enfatiza competência são-paulina para definir jogos logo

Pelo terceiro jogo seguido como mandante, o São Paulo foi para o intervalo com vantagem suficiente para não passar susto na etapa final. Antes da vitória sobre o Atlético-GO, foi assim também diante de Figueirense e Palmeiras.

Nas três oportunidades, o placar parcial foi o mesmo: 2 a 0. Voltar a construir essa diferençaconfortável foi o primeiro destaque na análise de Ney Franco, na noite desta quinta-feira, dia em que os responsáveis pelos gols foram o zagueiro Paulo Miranda, cada vez mais lateral direito, e o atacante Osvaldo.

“Tivemos a mesma competência para definir o jogo no primeiro tempo. Definir entre aspas”, disse o treinador, lembrando-se que os adversários, mesmo atrás no marcador, aproveitaram aparente relaxamento são-paulino para, em vão, tentar reagir depois do intervalo.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press

Treinador gostou de ver seu time mais uma vez definir o resultado rapidamente, ainda na primeira etapa

“Mas, neste jogo, tivemos mais oportunidades no segundo tempo. Além do pênalti (desperdiçado por Luis Fabiano), tivemos uma chegada com o Cícero e uma com o Osvaldo. Só não chegamos ao terceiro gol porque o adversário se ajustou melhor no segundo tempo e dificultou nossa chegada”, completou.

 

O resultado abriu cinco pontos para o quinto colocado Vasco, que também nesta quinta-feira foi derrotado pelo Botafogo. Não menos importante, o São Paulo ainda diminuiu para três a distância até o terceiro colocado Grêmio, e como o mesmo número de vitórias que o time gaúcho.

Garantido no G-4, o elenco se reapresenta na tarde desta sexta-feira, no CT da Barra Funda, quando inicia a preparação para o próximo compromisso pelo Campeonato Brasileiro: no domingo, o adversário será o Flamengo, no Rio de Janeiro.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*