Ney Franco despista e não diz quem será o lateral-direito contra o Bolívar

Ney Franco aprovou o desempenho dos jogadores reservas do São Paulo e saiu satisfeito do Morumbi após a vitória neste sábado. O treinador disse que era esperada a queda de rendimento na segunda etapa, mas o principal assunto da entrevista coletiva foi a sequência da Copa Libertadores.

Paulo Miranda não jogou o primeiro duelo com o Bolívar (BOL) porque estava suspenso. Neste sábado, teve uma atuação que agradou a Ney Franco. No entanto, o treinador ainda não definiu quem será o lateral direito:

– O Paulo voltou, ele ficou fora por problemas disciplinares, já que estava suspenso. O Douglas foi muito bem nos dois jogos que fez e isso significa que temos duas boas opções para a nossa lateral direita.

Mesmo com os 5 a 0 de vantagem diante da equipe boliviana, o treinador adota cautela para falar que a vaga já está garantida. Porém, Ney já comenta os adversários do grupo 3 da Libertadores, chave em que o Tricolor entrará caso confirme a classificação à segunda fase.

– Eu vejo um grupo muito difícil. Avalio que da fase de grupos da Libertadores é o mais difícil. É sempre complicado jogar em Sarandi contra o Arsenal (ARG). Teremos que atuar novamente na altitude de La Paz, dessa vez contra o The Strongest (BOL). E tem o Atlético-MG, que todos conhecem e sabem que tem uma ótima equipe. Quem bobear, pode se complicar. Teremos que fazer a lição de casa. Não podemos perder pontos em casa e temos que tentar ganhar uma fora, assim a vaga para as oitavas de final fica garantida à equipe.

Sem folga para os titulares

Os jogadores que foram poupados ontem não tiveram o sábado inteiro de folga. Pela manhã, eles treinaram no CFA de Cotia. O capitão Rogério Ceni foi o único a ir ao Morumbi para assistir ao jogo.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*