Neres, Miranda, Casemiro e Militão falam de reencontro com o São Paulo

Na última quinta-feira, a Seleção Brasileira esteve no centro de treinamento do São Paulo, para trabalhos de preparação de olho no duelo com o Peru, neste sábado, às 16h. E o dia acabou sendo de reencontros dos ex-tricolores com as instalações e com os funcionários do CT. David Neres, Miranda, Casemiro e Militão fizeram questão de demonstrar a gratidão e a identificação que sentem, e falaram sobre isso com a TV oficial do clube.

“Aqui já conheço todos os detalhes”. Foi assim que Miranda, que passou pelo São Paulo entre o meio de 2006 até o fim de 2010, começou o seu reencontro com o CT da Barra Funda, dessa vez com a camisa da Seleção Brasileira. Ele destacou a sua identificação com o clube e o prazer em estar no local.

– É sempre bom retornar, rever os amigos… Eu que tive laços muito fortes com o São Paulo, tive uma passagem vitoriosa, então para mim é sempre bom retornar – declarou o zagueiro para a SPFC TV.

Éder Militão, que deixou o clube em agosto de 2018, chegou para a base são-paulina em 2012, e vai atuar pelo Real Madrid em 2019/2020, após boa temporada pelo Porto. Ele foi outro que celebrou o retorno ao local em que aprendeu tanto e deixou muitos amigos.

– Tudo o que passou, tudo o que o São Paulo fez por mim, tudo o que eu aprendi aqui, é muito bom voltar aqui, ter o carinho de todos, desde o segurança até o pessoal que trabalhar aqui, todos lembram de mim muito bem, fico muito feliz – afirmou.

David Neres, que assumiu sua já conhecida timidez para as lentes da TV oficial do clube, não escondeu o quanto é grato ao Tricolor por tudo o que tem acontecido em sua carreira. Além disso, ele comentou que realizou um sonho ao retornar ao CT vestindo a camisa da Seleção Brasileira.

– Muito legal, muito bacana, ainda mais estando com a Seleção é algo que eu sempre sonhei. Na semana passada pude estar no Morumbi, agora estar aqui é maravilhoso para mim. É o clube que eu vivi a minha vida inteira, o clube que me deu a oportunidade de ser jogador profissional, de ser uma boa pessoa, então acho que devo tudo ao São Paulo – disse o jovem que chegou ao clube em 2007 e foi vendido ao Ajax no início de 2017.

Por fim, Casemiro, atualmente com 27 anos, começou nas categorias de base do Tricolor aos 11, e foi cedido ao Real Madrid em 2013. Ele foi mais um a declarar seus sentimentos pelo clube e valorizou a capacidade de formação são-paulina, que fornece atletas para a Seleção Brasileira.

– Sou muito grato ao São Paulo, minha família inteira, é um clube que abriu pra as portas do futebol, cresci como pessoa, como homem, é um lugar que eu me sinto em casa, realmente. Joguei com o Miranda, agora na Seleção estou jogando com o David, e vou jogar com o Militão agora, isso demonstra que o São Paulo sempre sabe fazer grandes jogadores, grandes homens, já passaram aqui e continuam passando aqui – concluiu o meio-campista.

Os quatro atletas, que foram presenteados com camisas personalizadas do clube, terão a missão de ajudar o Brasil a garantir o primeiro lugar no Grupo A da Copa América. Basta vencer o Peru, neste sábado, às 16h, na Arena Corinthians, para conquistar o objetivo. Casemiro e David Neres devem ser titulares, enquanto Militão e Miranda estarão no banco de reservas.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.