Nasce uma estrela? Bauza diz que meia do São Paulo tem ‘muito futuro’

O meia Lucas Fernandes, de 18 anos, é a bola da vez da base do São Paulo e começa a mostrar potencial no profissional. Após o clássico contra o Santos, terceiro em que entrou no segundo tempo, o garoto recebeu elogios pomposos do técnico Edgardo Bauza. O argentino quer lapidar o talento do garoto para que ele venha a se tornar um grande nome do clube.

– Lucas Fernandes tem muito futuro, estamos colocando aos poucos, para que possa converter no jogador que pensamos que ele pode chegar a ser. É um atleta de muito futuro que pode ajudar o São Paulo – afirmou o treinador.

No jogo contra o Santos, Lucas Fernandes substituiu Centurión no intervalo e passou a ser o principal articulador de jogadas do time, principalmente pela ausência de Ganso. Ele já havia entrado contra Ituano, nos minutos finais, e Botafogo, na metade do segundo tempo.

– Jogadores como Ganso são difíceis de substituir, mas em campo Daniel foi até bem, e Lucas Fernandes tem grandes condições e aos poucos vai se transformando num meia importante para o time – comentou Bauza.

Lucas Fernandes foi o principal destaque do time sub-20 do São Paulo que ganhou tudo do ano passado para cá, inclusive a Libertadores este ano. Fernandes, camisa 10 do time, marcou o gol do título da competição disputada no Paraguai.

Com a performance, ele passou a integrar o profissional e foi inscrito na Libertadores, sendo o único da base com esse privilégio. Ele tem despertado entusiasmo até no presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, que o considera o mais promissor dessa geração.

Fonte: Lance

5 comentários em “Nasce uma estrela? Bauza diz que meia do São Paulo tem ‘muito futuro’

  1. Fiquei muito animado com as primeiras partidas do Lucas Fernandes. Ainda é cedo, mas ele está dando respostas positivas. Pena que em sua posição já temos Ganso. Mas é possível escalar os dois juntos também.
    Luiz Araújo e David Neres são os jogadores que o time principal mais precisa. Dois bons jogadores pelos lados do campo, melhores que Centurion e Kelvin (o que não quer dizer muita coisa). É disparada a maior carência do time hoje. Sem jogadores rápidos pelas pontas, continuaremos nessa incapacidade de romper defesas.
    Também acho que Inácio já merece uma chance. Entendo que ele tem limitações, como pouca técnica de desarme, má colocação defensiva e afobação para passar a bola. Mas tem mais gás para jogar na lateral que o Carlinhos, que já não consegue mais ir e voltar campo inteiro. Ontem isso ficou bem claro.
    Diferentemente dos colegas, não vejo tanta bola assim no Banguelê. Me parece mais outro volante de muita pegada e pouca capacidade de armação, rotação e passe. Acho um típico aluno da escola brasileira de volantes, hoje totalmente ultrapassada nos campos do mundo. Ainda assim, sou favorável à sua promoção, pelo menos para experimentar e ver no que dá.

  2. Concordo com os comentários anteriores… Banguelê é bem melhor que o limitado Hudson, assim como David Neres é melhor que Rogério, que Centurión, que Wilder. Da mesma forma, penso que o Inácio é melhor que Carlinhos e Mena, perdendo somente no quesito experiência. Com a chegada do Luiz Cunha na Vice Pres. de Futebol, penso que esses jovens serão mais valorizados… Em tempo: outro dia assisti o jogo do Novohorizontino e pude comprovar a boa atuação do menino por nós emprestado…Luiz Araújo, outro que depois do paulistinhas deve ser incorporado ao time.

  3. Pois é, depois vem com aquele papo de que os jogadores da base não estão prontos, oras, o Santos lança vários ao mesmo tempo sem medo é tem sucessos, porque só no SPFC isso não ocorre? Tem ou tinha alguém que boicotava os garotos?
    Está provado que os garotos tem muito potencial pra mostrar, o que lhes faltam é oportunidades e confiança do clube, chega de jogar com esses pangarés velhos que ganham uma fortuna e não jogam nada, além de fazer mimimi.
    O clube gasta uma grana com a base é fica contratando esses mercenários vagabundos que não prestam pra nada, alguém deve ganhar por fora pra fazer isso.

  4. O Banguele é outro que já deveria ter subido, com certeza já estaria jogando de titular, pois é muito mais jogador que o Hudson. Em diversas vezes no sub20, quando o time é apertado, chega a jogar de terceiro zagueiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*