Na semifinal, Ney Franco mostra lado copeiro

Pontos corridos ou mata-mata? Cada um tem seu ponto de vista sobre a melhor forma de disputa. No entanto, é inegável a boa relação que o técnico Ney Franco tem em torneio eliminatórios. No São Paulo, por exemplo, o comandante está invicto na Copa Sul-Americana.

Ao todo, foram seis partidas, com quatro vitórias e dois empates. Além disso, neste período, o Tricolor Paulista construiu importantes resultados fora de casa, algo muito significativo nesta sistema de disputa. Ney Franco explica os motivos do sucesso em mata-matas.

“O mata-mata tem dois detalhes para ficar atento. O primeiro é o regulamento. Tem de jogar fora de casa buscando o gol, mesmo que você seja derrotado por 2 a 1, 3 a 2… Isso é um conceito que em certos momentos dá certo. Em relação aos atletas, mobilizá-los é mais fácil, pois eles sabem que se tropeçar em um jogo pode ficar fora. Mas, independentemente da competição, você tem de fazer o grupo ficar atento e ciente das fórmulas de competição”, ressaltou o treinador.

Além da invencibilidade pelo São Paulo, Ney Franco coleciona alguns títulos na carreira em torneios de mata-mata. Foi assim na Copa do Brasil em 2006, quando o treinador levou o Flamengo ao título da competição nacional.

Pela Seleção Brasileira Sub-20, o Mundial do ano passado teve esse cenário. Após a fase de grupos, cada jogo era uma decisão para o Brasil. Era vencer ou perder. Calejado, o treinador espera levar toda essa experiência para as semifinais da Copa Sul-Americana diante da Universid Católica.

Na noite desta quinta-feira, em Santiago, o Tricolor enfrentará o time chileno no primeiro jogo desta fase. Até aqui, a equipe paulista fez gols em todos os jogos fora de casa na Sul-Americana.

“São dois jogos. Independentemente do resultado de lá, se marcar gols ou não, a vaga será definida no Brasil. A história do primeiro jogo está ligada a do segundo, mas logicamente se conseguir um bom resultado na ida, você começa a criar vantagens para a volta. Nosso conceito será igual aos outros jogos na Sul-Americana como visitante”, concluiu Ney Franco.

Fonte: Site Oficial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*