Na ‘metamorfose são-paulina’, grupo tenta se adaptar a esquemas de Ney

A cada jogo, o técnico Ney Franco tem de montar um São Paulo diferente. Por conta de lesões e suspensões, o treinador chegará à sua 20ª partida à frente do time do Morumbi sem repetir a formação por dois jogos seguidos. Não apenas as peças são trocadas, como também os esquemas táticos. Depois de testar o 3-5-2 e passar pelo 4-4-2, o comandante tricolor armou sua equipe com três atacantes (4-3-3) na última rodada do Brasileirão. Os jogadores, por sua vez, confiam em Ney Franco e dizem líder bem com as frequentes mudanças.

– Essa variação não complica. O Ney sabe quando usar uma ou outra formação. Um jogador também não pode ficar a ver navios. Temos de estar preparados para qualquer situação – disse o volante Wellington.

Info Esquemas Taticos Sao Paulo (Foto: infoesporte)

Diante do Cruzeiro, às 16h do domingo, no Morumbi, pela 26ª rodada do Campeonato Paulista, Ney Franco terá de promover ao menos uma mudança na equipe, já que o zagueiro Rafael Toloi cumprirá suspensão por acúmulo de cartões amarelos. No entanto, o treinador já sinalizou que o 4-3-3 deve ser mantido.

No São Paulo, Ney Franco começou o trabalho adotando sua formação preferida, o 4-4-2. O treinador identificou rapidamente, porém, que o time não estava respondendo bem com marcação avançada que ele pretendia armar. Depois de um empate e uma derrota, a equipe do Morumbi passou a jogar com três zagueiros (3-5-2).

O time respondeu bem à mudança. Em cinco partias, foram quatro vitórias e uma derrota até que Ney Franco considerou o time pronto para atuar no 4-4-2. O Tricolor demorou a engrenar com o esquema, chegou a vencer quatro partidas seguidas, mas uma nova sequência negativa fez o técnico repensar a opção pela formação.

Depois de quatro jogos sem vitórias e apenas um gol anotado, o treinador decidiu deixar o Tricolor mais ofensivo. Deu certo. Lucas, Luis Fabiano e Osvaldo fizeram grande partida contra a Portuguesa, e foram fundamentais no triunfo por 3 a 1. Bom para Osvaldo, que está ganhando espaço no time e deve se manter entre os titulares.

– Fico feliz, porque conseguimos uma vitória importante, com um esquema ofensivo. Cada vez que entro, tenho de dar conta do recado e ajudar. Espero que possamos encaixar esse esquema para subirmos ainda mais no campeonato – disse o atacante.

Ney Franco e seu auxiliar Eder Paixão (Foto: Divulgação / Site oficial do são Paulo)Ney Franco e seu auxiliar Eder Paixão estudam a parte tática (Foto: Divulgação / Site oficial do São Paulo)

Ney Franco não conta com Luis Fabiano, Lucas, Jadson e Rhodolfo no início desta semana – o quarteto está a serviço da Seleção. Mesmo assim, o técnico pretende usar a folga na tabela para treinos táticos e definir se manterá ou não o 4-3-3.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*