Muricy refaz São Paulo com cobrança ao elenco e limites à diretoria

O São Paulo só venceu desde a chegada de Muricy Ramalho. Em uma semana, o treinador transformou o pessimismo pela luta contra o rebaixamento em esperança de terminar o Brasileirão na metade superior da tabela. O técnico descreve o trabalho imposto desde o último dia 10 com cobranças maiores ao elenco, e limites à entrada da diretoria no futebol.

“Não sou menino pra me entusiasmar com resultado. Tudo o que você fala pode respingar no antigo trabalho e a gente sabe que o Paulo [Autuori, antecessor] é um excelente treinador e tem bom caráter. Faço meu trabalho, tem algumas coisas que não concordo, outras que exijo muito. Não sou psicólogo, mas cobro muito. E jogador gosta disso. Tem que transformar o ambiente de confiança ao se aproximar dos atletas, que irão entender que sou um cara experiente”, afirmou Muricy, em entrevista coletiva no CT da Barra Funda, nessa sexta-feira.

O treinador também afirmou que impõe limites à diretoria na interferência no futebol, da mesma forma que respeita as decisões da cúpula, como no caso do afastamento do zagueiro Lúcio, isolado por determinação de Paulo Autuori, após desentendimento.

“Sempre respeito a estratégia e as decisões do clube, como também não gosto que se meta no meu trabalho. Tem que existir respeito do treinador, mas treinador não é dono do clube. Não posso querer passar por cima. Quando cheguei, disseram que o Lúcio era problema da diretoria, e não me meto nessa decisão. A gente admira como jogador, mas é uma coisa da diretoria”, acrescentou o técnico, que prosseguiu sobre o papel do técnico que vê como ideal no futebol.

“Não acho legal quando os caras dão o clube para o técnico. Técnico vira dono da cozinha, dono de tudo. Não sou dono de nada. Por isso tem que ter uma distância, tem que se respeitar. Senão, é um se metendo no trabalho do outro”, acrescentou.

No próximo domingo, o São Paulo encara o Goiás no Serra Dourada, pelo Brasileirão. Se vencer, poderá até passar o rival Corinthians, que atualmente tem 30 pontos e enfrenta o líder Cruzeiro no mesmo dia. Para a partida, Muricy aguarda o treino de sábado para saber se poderá contar com Ganso – que não trabalho no campo nessa sexta-feira. Além dele, o volante Maicon está suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Wellington e Douglas podem até ser relacionados, mas não têm chance de serem titulares.

 

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.