Muricy: “é uma chave difícil, mas boa para jogar”

Em uma das chaves mais disputadas da Libertadores da América de 2015, no Grupo 2, o Tricolor terá a companhia do atual campeão do torneio, o San Lorenzo-ARG, e do campeão uruguaio, o Danubio, além de um clube a ser definido (Corinthians, Internacional ou uma equipe colombiana). Por isso, o técnico Muricy Ramalho aposta que encarar grandes adversidades no início da competição poderá deixar a equipe são-paulina ainda mais forte.

Assim como o elenco, que não teme os adversários da fase de grupos, o treinador aposta que o São Paulo tem condições de aproveitar a oportunidade para garantir a classificação e entrar firme na briga pelo troféu do maior torneio de futebol do continente sul-americano.

“É o grupo mais difícil do campeonato, sem dúvida, mas ao mesmo tempo tem alguns fatores que podem fortalecer o clube na briga pelo título. Quem avançar para as oitavas de final nesta chave, certamente, sairá fortalecido. E o futebol é assim mesmo: quando um time supera esses obstáculos, ganha mais força para o restante do ano”, avaliou o comandante, que aprovou o sorteio.

“Claro, é uma chave difícil, mas boa para jogar porque tem muitos atrativos”, acrescentou Muricy. Durante o sorteio organizado pela CONMEBOL, foram definidos também os embates da primeira fase (a pré-Libertadores). Por enquanto, 30 dos 38 times que vão disputar o torneio estão definidos, sendo que até aqui em alguns países ainda não houve definição da classificação final de cada time nos campeonatos nacionais.

Seguindo o tradicional regulamento da competição, dos 32 times da fase de grupos (com os dois melhores colocados de cada chave), 16 avançarão para as oitavas de final. Os confrontos serão definidos de acordo com as campanhas dos clubes, com o de melhor retrospecto enfrentando o 16º, enquanto o segundo no geral pegará o 15º e assim sucessivamente.

 

Fonte: Site Oficial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.