Milton exalta doação do time e evita criticar Luis Fabiano por expulsão

O interino Milton Cruz destacou o empenho do São Paulo atuando por mais da metade da partida com um jogador a menos contra o Huachipato, nesta terça-feira. O auxiliar ainda se recusou a avaliar a expulsão de Luis Fabiano, alegando não ter visto a jogada pela televisão.

“Não posso falar, porque estava de longe e não vi como foi a jogada. Precisamos analisar primeiro para falar sobre o acontecido”, afirmou o interino, antes de dizer que o atacante “tem um coração muito grande.”

Luis Fabiano recebeu o cartão vermelho aos 32 minutos do primeiro tempo, quando acertou a mão no rosto de Arrué. O árbitro aplicou o cartão vermelho direto, por agressão, e o Tricolor teve de se superar com um a menos até o fim da partida, válida pelas oitavas de final da Copa Sul-americana, no Morumbi.

“Não foi fácil jogar contra o Huachipato com um a menos, mas os jogadores se doaram muito. O Luis vai seguir a vida dele normal e vamos conversar com ele, como sempre, mas gosto muito dele. Ele é especial no grupo, todo mundo gosta dele, e vamos tratá-lo como sempre tratamos”, acrescentou.

Mesmo com um jogador a menos, o São Paulo suportou ainda a tentativa do clube chileno de exercer pressão. No segundo tempo, Michel Bastos salvou o time em casa, quando arrematou de fora da área e balançou a rede do adversário. “A equipe toda está de parabéns pela doação”, completou o auxiliar.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

2 comentários em “Milton exalta doação do time e evita criticar Luis Fabiano por expulsão

  1. Esse aí MC é outro acomodado, joga do lado de todo mundo com medo de perder seu belo salário, afinal sai técnico entra técnico e ele está lá!!! Passando férias a anos! Antes diziam que ele indicava jogadores (olheiro), acho que o último que acertou foi o Miranda…

    Precisamos de reformulação também nesses “auxiliares do nada”!!!!

  2. É sempre assim: todo mundo no SP tem medo do Luis Fabiano! Parece que ele é chefão da máfia. Nem o presidente é capaz de agir contra ele; o que esperar então do técnico e companheiros. A própria imprensa “pisa em ovos” para critica-lo, mesmo nestes momentos de indisciplina. Antes de critica-lo pela falta de profissionalismo, declara toda a “fenominal” categoria dele, como se ele estivesse jogando muito bem com a camisa do SP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*