Milton Cruz se incomoda com perguntas sobre ingerência de Juvenal

O técnico interino Milton Cruz se incomodou com o excesso de perguntas sobre a suposta ingerência do presidente Juvenal Juvêncio no seu trabalho. Ele rechaçou de forma veemente a possibilidade.

“Meu auxiliar é Deus. Seu Juvenal é o presidente, ele que manda. Mas me deixaram a vontade para treinar”, falou Milton Cruz.

“Ele é presidente. Se ele falar alguma coisa, vou ouvir sempre. Me deixaram a vontade aqui. Tudo que eu fiz não teve interferência de ninguém. Foi ideia minha”, encerrou o interino, batendo na mesa.

Milton voltou a negar qualquer interesse em assumir o São Paulo de forma definitiva, e declarou seguir como interino até a diretoria achar um substituto. “Se não tiver treinador, e acharem que eu tenho que ir, eu vou ate acharem que eu sou o treinador do São Paulo.

O próximo desafio de Milton Cruz é o duelo das 16h do próximo domingo contra o Coritiba, no Morumbi, pela oitava rodada do Brasileirão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*