Michel Bastos pede à “minoria” que vaiou Maicon para ficar em casa

O São Paulo só deveria ter motivos para comemorar depois da goleada por 4 a 2 sobre o Capivariano, no Pacaembu. Mas a reação de parte da torcida, que vaiou Maicon a cada toque na bola, irritou demais alguns jogadores. Um deles, o meia Michel Bastos, usou seu Instagram para apoiar o companheiro. Pouco depois da partida, ele postou uma foto do volante e pediu à “minoria” que o criticou para ficar em casa.

–  Quero aqui parabenizar nossa equipe mais uma vez!! Mas fico triste por uma pessoa que trabalha, se dedica muito, e hoje foi vaiado (jogando pra c……) por uma minoria que, para mim, deveria ficar em casa. Torcedor de verdade do São Paulo apoia, como a maioria faz. Maicon, você foi muito importante – postou o camisa 7, autor de uma assistência na vitória.

Na saída do Pacaembu, quem também defendeu Maicon foi o goleiro Rogério Ceni, principal ídolo da torcida. Ele abraçou o volante em frente aos jornalistas e disse:

– Ele é muito importante para o grupo e vai continuar com a gente. O torcedor é emotivo. E teve muita gente que o apoiou.

 

Fonte: Globo Esporte

Um comentário em “Michel Bastos pede à “minoria” que vaiou Maicon para ficar em casa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*